PrimeWork (Ano VII)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Tópicos recentes

  • Agenda

    outubro 2017
    D S T Q Q S S
    « ago    
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  

Archive for the ‘Dicas’ Category

Como evitar imprevistos nas viagens corporativas

Posted by HWBlog em 17/04/2017

Problemas repentinos podem surgir em qualquer viagem a negócios, trazendo prejuízos e transtornos. Eles podem acontecer devido a erros na gestão ou ausência de regras claras, mas muitos imprevistos podem ser evitados quando é feito um gerenciamento de viagens realmente eficiente.

Confira abaixo como minimizar alguns riscos.

1.DEFINA A POLÍTICA DE VIAGENS

Uma política de viagens funcional é o primeiro passo para um gerenciamento de viagens eficiente. É necessário ter controles rígidos, mas eles não podem criar obstáculos no fluxo de aprovações – muita burocracia engessa o processo.

Porém, a flexibilidade das condições precisa ser dosada. Os prazos para solicitações, alterações e reservas devem ser respeitados para que gastos desnecessários sejam evitados. Também devem ser dadas orientações sobre limites de gastos diários, despesas reembolsáveis e fornecedores preferenciais. A política de viagens deve estar alinhada às características da empresa, reduzindo, assim, chances de fraudes, desvios e condutas inapropriadas.

2.TENHA UM PLANEJAMENTO COMPLETO

Planejar é um dos principais pilares do gerenciamento e, por isso, é indispensável para a saúde financeira das empresas. Manter um relatório sobre os destinos mais procurados e principais roteiros e estabelecer parcerias e convênios facilita a busca por melhores tarifas e opções para os funcionários.

Criar um cronograma trimestral e semestral, considerando viagens previamente programadas, é também muito importante. Assim, é possível negociar preços e condições com mais facilidade.

3.CONTRATE UMA AGÊNCIA ESPECIALIZADA EM VIAGENS A TRABALHO

Terceirizando essas funções, é possível direcionar a equipe para tarefas voltadas à empresa. As agências corporativas lidam com muitas transações e possuem acordos especiais com redes de hotéis, linhas aéreas, cooperativas, restaurantes e outros serviços relacionados.

Elas também têm procedimentos internos que se adequam às necessidades corporativas, o que reduz gastos e otimiza recursos, além de canais para entrar em contato com os funcionários e uma equipe preparada para resolver problemas relacionados às viagens

4.TENHA UM SEGURO VIAGEM

É essencial considerar a hipótese de acidentes e emergências. Com um seguro viagem, uma cobertura adequada é oferecida aos profissionais em trânsito. Ele protegem a saúde dos funcionários e evita despesas elevadas com atendimentos médicos e internações de última hora, por exemplo.

Apesar de muitas vezes ser considerado um custo adicional, este pequeno investimento em segurança pode evitar um enorme gasto no futuro e danos à imagem da empresa.

5.FAÇA PESQUISAS SOBRE OS DESTINOS

Conhecer os locais a serem visitados pode ajudar a empresa a se proteger de imprevistos. Coletar informações, providenciar documentos e vacinas, pesquisar sobre peculiaridades, cultura local e legislação do país são alguns exemplos.

Outra maneira de reduzir custos é preparar guias, com sugestões sobre alimentações, transporte, pontos turísticos e opções de lazer. Quanto mais o funcionário e a empresa souberem sobre o destino, mais preparados estarão para lidar com problemas que surgirem no meio do caminho.

Anúncios

Posted in Dicas | Leave a Comment »

Como separar as despesas pessoais de gastos da empresa

Posted by HWBlog em 15/04/2015

franquia-como-economizar-dinheiro-300x199Lidar com dinheiro nem sempre é fácil, ainda mais quando se tem que administrar, ao mesmo tempo, as finanças pessoais e as da empresa. Por isso, não é raro encontrar empreendedores que relatam ter tido problemas ao misturar as contas particulares e as corporativas. Para Reinaldo Domingos, presidente do Instituto Dsop de Educação Financeira, “se engana quem pensa que educação financeira tem a ver com planilhas, matemática e cálculos. A base é a mudança comportamental, de hábitos e de consumo”, aponta.

Segundo o especialista, é fundamental o empreendedor estabelecer a divisão entre como pessoa física e jurídica – ambas têm necessidades distintas. “A linha que separa os gastos pessoais e os da empresa é tênue, mas pode significar a diferença entre o sucesso e o fracasso de um empreendimento”, afirma Domingos. Em se tratando de pessoa jurídica, o foco está no negócio, nos fluxos de caixa, nas metas, na rentabilidade e nas vendas. Já a pessoa física – o indivíduo – privilegia a família, os sonhos, os desejos, a qualidade de vida e a prosperidade financeira.

Confira as dicas para aprender a separar, de uma vez, as contas da empresa das pessoais.

1) Diagnóstico financeiro

O primeiro passo é o empreendedor listar seus gastos com a empresa e as despesas pessoais. Nessa fase, as contas precisam ser separadas. Para isso, basta colocar todos os itens na “ponta do lápis”. Uma vez feito o diagnóstico, ele não precisa ser repetido mensalmente. Na equação entram todos os gastos da empresa: contador, contas de telefone, água e luz, folha de pagamento e assim por diante. O objetivo é que, assim, ele tenha domínio sobre quanto, de fato, custa o seu negócio por mês.

2) Adoção de itens corporativos

Planos de celular, internet e saúde geralmente custam menos quando feitos para a pessoa jurídica. Quem trabalha em esquema home office também precisa adotar um número de telefone fixo exclusivamente para uso profissional. Isso facilita a separação das contas. Outra dica é o automóvel: nas micro e pequenas empresas é comum que o carro usado na empresa seja também o particular. Então, o recomendado é que o empresário faça uma estimativa, em percentual, de quanto combustível e estacionamento ele gasta com a empresa e o quanto gasta para seu próprio uso.

3) Pró-labore

Chama-se de pró-labore o ganho mensal que a empresa (pessoa jurídica) paga para os sócios (pessoa física) – retirada mensal que equivale a uma espécie de salário. É importante que o pró-labore seja definido pelo empreendedor respeitando os custos mensais do empreendimento. Segundo Domingos, não adianta o empresário determinar para si um valor ínfimo mensal, pois dificilmente ele conseguirá manter o seu padrão de vida com essa quantia e acabará incorrendo no erro de misturar as contas de pessoa física com as de pessoa jurídica. “O cálculo pró-labore deve ser realista. Também não cabe estipular um valor muito alto, que pode comprometer a rentabilidade da empresa. O empresário tem de entender que terá de adaptar a sua vida financeira conforme a realidade da empresa”, explica o especialista.

4) Estabelecer uma reserva mensal pessoal

O ideal é que o empreendedor reserve o equivalente a meio pró-labore por mês para usar como férias ou décimo terceiro. “Um cabeleireiro ou dentista que tire 20 dias de folga ficará, consequentemente, sem receber por esse período. Sem contar casos de urgência, como uma doença. Por isso a importância de manter uma reserva financeria para despesar pessoais”, afirma Domingos. Para a aposentaria, o especialista recomenda que de 10% a 20% do pró-labore sejam guardados para esse fim. O dinheiro pode ser colocado em uma aplicação financeira ou investido em um plano de previdência privada.

5) Definir reserva mensal para a empresa

Pelo menos 10% do ganho mensal devem ser poupados com o objetivo de utilizar este valor como capital de giro ou para reinvestimento na empresa. A ideia é que o dinheiro poupado sirva para modernização e atualização da empresa. “Usar todo o dinheiro ganho no mês é um erro comum, que pode levar ao fracasso empresarial”, garante Domingos.

A linha que a separa os gastos pessoais dos da empresa é tênue, mas pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso de um empreendimento

 

Posted in Dicas, Empreendedorismo | Leave a Comment »

5 dicas para manter o foco

Posted by HWBlog em 07/05/2013

manter o focoAs pessoas são bombardeadas, a todo momento, com informações, ligações, e-mails, mensagens instantâneas, entre outras interrupções. Cada vez mais está difícil manter a concentração no trabalho.

Existe até uma definição para isso: “A Economia da Distração”. O termo foi inventado pelos autores Thomas H. Davenport e J. C. Beck, que identificaram um distúrbio comum entre as pessoas. No início, mais usada para avaliar o comportamento de consumo. Agora, a análise é possível ser aplicada também nos ambientes empresariais.

Segundo a consultoria Workplace Options, as empresas norteamericanas chegaram a perder cerca de U$ 650 bilhões (dólares) por ano devido às distrações de seus colaboradores.

Sem dúvida, precisamos de um novo senso de disciplina para nos impedir do afogamento em distrações. Matt Richtel, recentemente, escreveu um artigo para o ‘The New York Times’ e classificou as cinco maneiras de manter o foco. As dicas valem tanto para estratégias de posicionamento de mercado das organizações como para o comportamento de cada um dos funcionários de pequenas, médias e grandes empresas.

Confira:

1 – Concentre-se no ponto A

É preciso, primeiramente, ter metas e procurar atingir resultado naquilo que é importante para o momento. A autora explica que é necessário manter uma forte concentração no ponto A. Só depois, então, poderemos conquistar nosso caminho para onde queremos estar. Isso vale, na verdade, tanto para as suas tarefas diárias quanto para os seus objetivos profissionais.

2 – Mantenha-se no ‘nível da rua’

Agora não é o momento para mirar muito alto, nem é o tempo de olhar para muito longe. O ambiente de negócios global está em fluxo de mudanças e precisamos ser intensamente atentos. Para ilustrar, a autora tem uma metáfora: mantenha um olhar firme sobre o caminho e se mantenha no ‘nível da rua’ para superar as curvas ao longo do trajeto.

3 – Seja ágil

Agilidade não é mais uma escolha, é uma necessidade de mercado. Por isso, novas tarefas, mudanças organizacionais, metas, entre outros fatores podem se acumular e a sua atenção se comprometer. Seja pragmático nas entregas.

4 – Atenção para abundância

A pressão é grande para se conseguir o crescimento dos resultados, conquistar novos clientes e aumentar os lucros. Mas, para Richtel, a tecnologia pode ajudar na organização das múltiplas atividades e conseguir resultados sustentáveis.

5 – Supere o difícil

“Temos de navegar através da tempestade”, incentiva Richtel. É preciso ter um impulso-extra para superar os desafios e garantir ótimos resultados. Procure ser intuitivo e contra-intituitivo e ‘supere rotas desconhecidas’.

– Matt Richtel, CEO da HCL Technologies

5 tips to stay focused

People are bombarded at every moment, with information, links, emails, instant messaging, and other interruptions. Is increasingly difficult to maintain concentration at work.

There is even a definition for it: “The Economics of Distraction.” The term was coined by author Thomas H. Davenport and J. C. Beck, who identified a common disorder among people. Earlier, more used to assess consumer behavior. Now, the analysis can also be applied in enterprise environments.

According to consulting firm Workplace Options, the American companies came to lose about U.S. $ 650 billion (dollars) a year due to the distractions of its employees.

Undoubtedly, we need a new sense of discipline to keep us from drowning in distractions. Matt Richtel recently wrote an article for The New York Times and ranked the five ways to stay focused. The tips apply to market positioning strategies of organizations as to the behavior of each of the employees of small, medium and large businesses.

Check out:

1 – Focus on point A

It is necessary, first, to set goals and aim to achieve a result on what is important for the moment. The author explains that it is necessary to maintain a strong focus on point A. Only later, then we can win our way to where we want to be. This applies, in fact, both for their daily tasks as to their professional goals.

2 – Stay at ‘street level’

Now is not the time to aim too high, nor is the time to look very far. The global business environment is in flux and changes need to be intensely aware. To illustrate, the author has a metaphor: keep a steady gaze on the way and keep the ‘street level’ to overcome the curves along the path.

3 – Be agile

Agility is no longer a choice, it is a market need. Therefore, new tasks, organizational changes, goals, and other factors can accumulate and engage their attention. Be pragmatic deliveries.

4 – Attention abundance

The pressure is great to achieve the earnings growth, gain new customers and increase profits. But to Richtel, technology can help in the organization of multiple activities and achieve sustainable results.

5 – Overcome difficult

“We have to navigate through the storm,” encourages Richtel. You need a extra impulse to overcome challenges and ensure great results. Try to be counter-intuitive and intituitivo and ‘overcome unfamiliar routes’.

Posted in Dicas | Leave a Comment »

Frases de Peter Drucker essenciais para qualquer empresa:

Posted by HWBlog em 02/05/2013

Peter DruckerSobre risco
“Inovadores de sucesso são conservadores. Eles têm que ser. Eles não são focados no risco, eles são focados em oportunidades. E defender o ontem – ou seja, não inovar – é muito mais arriscado do que fazer o amanhã.”

Sobre riqueza
“Empresas são pagas pra gerar riqueza, não para controlar custos.”

Sobre mudança
“Empresas – e qualquer outra organização de hoje – precisa ser projetada para mudança como padrão e criar a mudança ao invés de reagir a ela.”

Sobre clientes
“O lema de uma cadeia de hospitais era: Se é do interesse dos pacientes, vamos promover. Nosso trabalho é fazê-los pagar”

Sobre Marketing
“O objetivo do marketing é saber e entender o cliente tão bem que o produto ou serviço se vende sozinho.”

Sobre resultados
“A coisa mais importante para lembrar sobre qualquer empresa é que os resultados só existem do lado de fora. Do lado de dentro da empresa só existem custos.

Para mais dicas de Peter Drucker, vale a pena conferir seus livros.

Peter Drucker phrases essential to any company:

About risk
“Innovative success are conservative. They have to be. They are not focused on the risk, they are focused on opportunities. And defending yesterday – that is, not innovating – is far more risky than making tomorrow. ”

About wealth
“Enterprises are paid to generate wealth, not to control costs.”

About change
“Businesses – and any other organization today – must be designed to change default and create change rather than react to it.”

About customers
“The motto of a chain of hospitals was: If it is in the interest of patients, we promote. Our job is to make them pay ”

About Marketing
“The aim of marketing is to know and understand the customer so well the product or service sells itself.”

About results
“The most important thing to remember about any enterprise is that results exist only on the outside. Inside the company there are only costs.

For more tips from Peter Drucker, worth checking out your books.

Posted in Dicas | Leave a Comment »

5 maneiras de aproveitar melhor o perfil no LinkedIn

Posted by HWBlog em 26/04/2013

linkedinTens um perfil no LinkedIn e não sabes como podes aproveitá-lo? Veja a sugestão de 5 dicas simples para você usar a rede social de uma forma mais proveitosa

Ter um perfil no LinkedIn pode ajudar-te a conseguir mais e melhores contatos profissionais. Contudo, para aproveitar tudo que a rede social tem para te oferecer é necessário colocar certas estratégias em prática. Veja a sugestão de 5 dicas simples que te vão ajudar a tirar melhor proveito desta rede social:

1.Mantenha teu perfil completo

Talvez a dica pareça óbvia, mas você precisar dedicar algum tempo a completar todas as áreas do teu perfil. Para isso deves investir numa imagem profissional, descrições de qualidade a respeito das tuas competências e afins.

2.Peça recomendações e mantenha contato

Uma das melhores maneiras de usar o LinkedIn é conseguindo recomendações de pessoas confiáveis. Esse tipo de depoimento faz com que os outros profissionais conheçam o teu desempenho. Contudo, não basta apenas pedir recomendações e desaparecer da vida das pessoas. Esse tipo de comportamento é bastante negativo. Invista nos relacionamentos, mas mantenha contato com as pessoas. Isso pode lhe beneficiar no futuro.

3.Atualize regularmente o seu perfil e entre em grupos

Uma página desatualizada não pode fazer nada por ti. Assim como qualquer outra rede social, o LinkedIn favorece aqueles que são mais ativos. Portanto, uma boa ideia é realizar atualizações regulares. Isso vai fazer com que a tua rede de contatos lhe veja como alguém ativo, o que facilita interações. Outra maneira de ampliar os teus contatos é através da participação em grupos.

4.Siga as empresas para as quais queres trabalhar

Embora a rede social tenha como principal objetivo estabelecer a ligação com outros profissionais, muitas empresas possuem as suas próprias páginas. Uma boa ideia é seguir esses perfis, para ficar atualizado com as novidades que acontecem na empresa. Muitas empresas publicam as vagas disponíveis no perfil, essa é uma ótima maneira de ficar a par das oportunidades.

5.Adiciona o teu perfil na assinatura do e-mail

Se queres atrair mais pessoas para o teu perfil na rede social, uma boa saída é colocá-lo na assinatura do e-mail. Isso vai fazer com que mais pessoas tenham acesso ao teu currículo online, e as suas oportunidades de estabelecer novos contatos ficam cada vez maiores.

5 ways to make better use of profile on LinkedIn

Do you have a LinkedIn profile and do not know how you can take advantage of it? See suggestion 5 simple tips for you to use social networking in a more profitable

Having a LinkedIn profile can help you get more and better professional contacts. However, to take advantage of all that social networking has to offer it is necessary to put certain strategies in place. See suggestion 5 simple tips that will help you take better advantage of this social network:

1. Keep your complete profile

Perhaps the tip seems obvious, but you need to devote some time to complete all areas of your profile. For that you invest in a professional image descriptions about quality of your competence and the like.

2. Ask for recommendations and maintains contact

One of the best ways to use LinkedIn is getting recommendations from people you trust. This kind of statement makes other professionals know your performance. However, not enough to ask for recommendations and disappear from people’s lives. This kind of behavior is quite negative. Invest in relationships, keep in touch with people. This can benefit you in the future.

3. Updated regularly and enters into groups

An outdated page can`t do anything for you. Just like any other social network, LinkedIn favors those who are most active. Therefore, a good idea is to perform regular updates. This will make your network as you see someone active, which facilitates interactions. Another way to expand your contacts is through participation in groups.

4. Follow the companies for which you want to work

Though social networking has as main objective to connect with other professionals, many companies have their own pages. A good idea is to follow these profiles, to stay current with news that take place in the company. Many companies publish the vacancies available in the profile, this is a great way to stay abreast of opportunities.

5. Add your profile in the subscription e-mail

If you want to attract more people to your profile on the social network, a good solution is to put it in the signature of the e-mail. This will make more people have access to your online resume, and their opportunities to establish new contacts are increasing.

Posted in Dicas | Leave a Comment »

Dicas para a última semana do ano

Posted by HWBlog em 28/12/2011

Não importa se você é um profissional que está satisfeito, ou não, com a sua carreira.

Esta semana, a última do ano, é ideal para melhorar o que já está bom e corrigir o que talvez não esteja.

Aqui vão quatro sugestões:

 1)   Atualize a sua rede de contatos. Uma mensagem pessoal de fim de ano é uma maneira perfeita de se reaproximar de pessoas interessantes como ex-companheiros de escola, professores, colegas de trabalho passados ou antigos vizinhos que se mudaram. Escreva para aqueles cujos e-mails você encontrar, uma breve mensagem lamentando o afastamento dos últimos anos, e desejando um excelente 2012.

 2)    Atualize o seu currículo. Ele está chamativo com dados que despertam a atenção de quem vai ler, ou é apenas um resumo burocrático de empresas, funções e cursos. Acrescente dados que só você fez em seu trabalho em 2011, em vez de listar o que milhares também fizeram.

 3)   Torne-se mais visível na internet. As redes sociais estão sendo cada vez mais usadas por agências de recrutamento para encontrar bons candidatos, e também, para eliminar aqueles que as usam para se queixar e reclamar de tudo.

 4)   Faça um pequeno plano para conhecer gente nova e interessante no ano que vem. Uma vez por mês, participe de um congresso ou seminário, pago ou gratuito. É fácil encontrar as referências através da internet. Procure os que aconteceram este ano com as respectivas datas e coloque-os em uma planilha para se inscrever, no momento apropriado, em 2012. E durante estes eventos, não tenho receio de se aproximar de pessoas e entregar a elas o seu cartão de visita, porque muitas estarão lá com o mesmo propósito.

 Em resumo não delegue para os outros a responsabilidade de descobrir que você existe, e que é bom no que faz.

Posted in Carreira, Dicas | Leave a Comment »

5 razões para tirar férias do seu negócio

Posted by HWBlog em 15/07/2011

Afastar-se da sua empresa, mesmo que por algumas horas, parece uma tarefa impossível para alguns empreendedores. Mas tirar férias do negócio pode trazer benefícios importantes tanto para o dono quanto para o próprio empreendimento. Saiba quais eles.

1. Recarregar as pilhas

A rotina de um empreendedor frequentemente extrapola o horário de expediente convencional. A motivação de ver o sonho transformado em realidade muitas vezes faz com que ele se esqueça dos finais de semanas e feriados. Férias, então, nem pensar. Mas forçar-se a trabalhar sem descanso durante muito tempo pode acabar prejudicando o negócio em vez de ajuda-lo. “Para continuar funcionando, é preciso estabelecer um equilíbrio físico e mental“, aponta Sergio Guimarães, consultor da Academia do Tempo. Pare e recarregue as baterias, assim você poderá voltar com energia total para começar tudo de novo, com muito mais pique.

2. Organizar as ideias

Da mesma forma que seu corpo cobra o preço por trabalhar sem descanso, sua cabeça também começa a sentir o peso da jornada extenuante. “Quando um armário fica muito lotado, ele deixa de ser prático e funcional. O que você faz? Esvazia tudo para depois colocar tudo de volta de maneira organizada, com muito mais espaço para coisas novas. É importante, de vez em quando, dar uma esvaziada no seu armário”, compara Guimarães. Um bom período de descanso pode ajuda-lo a voltar com a cabeça aberta para novas ideias. Sem a pressão do dia a dia nas costas, você pode acabar até tendo insights que vão ajudar a melhorar o negócio.

3. Colocar sua gestão à prova

Muitos empreendedores acreditam que, ao se afastarem do negócio por um período, por menor que ele seja, tudo vai ruir. Isso pode até ser verdade, mas só prova que a sua gestão é ruim. Seu negócio deve ser capaz de caminhar sem a sua intervenção constante. O contrário significa apenas que sua equipe não foi bem preparada, que você não é capaz de delegar responsabilidade e que, no fundo, você falhou como líder. “Tirar férias mostrará para o empreendedor se a empresa é organizada o suficiente para sobreviver sem ele”, aponta Guimarães.

4. Fazer networking

Afastar-se por um período da empresa não significa, necessariamente, esquecer que o seu negócio existe. Mesmo trocando o terno pela bermuda, você pode aproveitar os momentos de lazer para fazer contatos valiosos para quando retomar o expediente. Em uma atmosfera mais relaxada e descontraída, é possível estabelecer vínculos menos formais que podem vir a se transformar em boas parcerias de negócio. “Alguns empreendedores aproveitam o período de férias para visitar algum país onde esteja acontecendo alguma feira do seu setor, por exemplo, levando a família junto”, exemplifica Adriano Gomes, professor do Curso de Administração da ESPM. Só tome cuidado para não ficar concentrado demais na parte do dever e esquecer completamente do lazer, acabando com as férias de todo mundo.

5. Abrir-se para novas possibilidades

Um tempo afastado do negócio pode servir para que o empreendedor reavalie suas prioridades e enxergue novas oportunidades. Sair do escritório pode fazer com que ele vislumbre outros mercados, outros caminhos possíveis para a empresa e até mesmo outras opções de investimento.

Posted in Dicas | Leave a Comment »

10 coisas que você pode fazer para ganhar mais tempo no seu dia

Posted by HWBlog em 14/07/2011

Hábitos básicos como utilizar a agenda de forma plena e trabalhar num espaço organizado podem fazer toda a diferença

Qualquer coisa que você puder fazer para melhorar sua organização fará diferença para a melhoria da sua produtividade, melhor gerenciamento do seu tempo e também para a proteção do seu bolso.

Hábitos básicos como utilizar a agenda de forma plena, usar um sistema de arquivos com classificação adequada, trabalhar num espaço organizado, ter o costume de planejar o trabalho e as tarefas ou ainda utilizar os recursos da tecnologia de forma eficiente podem fazer toda a diferença do mundo, para o seu tempo render mais.

Às vezes escuto as pessoas dizendo “preciso me organizar melhor. Quando tiver um tempo, vou fazer isso”. Posso garantir uma coisa: este tempo nunca vai aparecer nem sobrar na sua programação. Ele precisa ser criado por você e isso depende apenas de uma atitude sua.

1. Acorde mais cedo

Coloque o alarme para 15 minutos mais cedo e adiante o seu dia.

2. Planeje o que vai vestir na noite anterior

Deixe a roupa separada e pronta para vestir. Você irá economizar bons minutos do seu dia.

3. Mantenha sua mesa de trabalho organizada

Saber onde estão seus papéis e documentos, e saber onde guardá-los vai economizar bastante tempo ao longo do seu dia. Deixar a mesa limpa e mantendo sobre ela apenas aquilo em que está trabalhando no momento vai ajudar você a manter o foco e terminar as tarefas mais rápido.

4. Mantenha seu computador organizado

Desktop limpo e com poucos ícones, pastas organizadas e arquivos nomeados corretamente ajudam bastante na hora de encontrar o que você precisa, economizando muito tempo ao longo do dia. Organizar as suas pastas de e-mails e manter a caixa de entrada sempre vazia é também fundamental para melhorar a sua produtividade no trabalho.

5. Utilize sua agenda e crie listas de memória

Não tente lembrar as coisas de cabeça. Isso vai aumentar o seu estresse e o risco de você esquecer coisas importantes, que podem gastar inutilmente o seu tempo.

6. Cozinhe (Se for o caso) o suficiente para 2 refeições

Quando for cozinhar e preparar seus alimentos, procure fazer uma porção maior, depois divida em dois e congele se necessário, economizando assim o tempo na próxima refeição

7. Concentre suas chamadas telefônicas

Faça uma lista das ligações que tem que fazer, anotando os números de telefone e assuntos. Depois separe um tempo e faça todas as ligações em sequência. Isso economiza tempo e deixa seu dia mais organizado.

8. Planeje seu dia de trabalho

Ao final de cada dia planeje o dia seguinte. Realoque compromissos e tarefas na sua agenda e tenha claro o que irá fazer. Isso faz com que você vá para casa com a cabeça mais tranquila, economiza tempo e melhora sua produtividade. Lembre-se: uma hora de planejamento pode economizar até 10 horas de trabalho.

9. Aprenda a utilizar os recursos do seu smartphone

Utilizar a agenda (calendário), o bloco de anotações, o GPS e tantos outros aplicativos de produtividade pode fazer uma incrível diferença na hora de administrar suas tarefas e atividades, dando a você mais controle sobre o uso do seu tempo.

10. Faça as compras pela Internet

Depois de aprender a se organizar para isso e criar este hábito, esta tarefa será rápida e vai economizar muitas horas na sua semana.

Posted in Dicas | Leave a Comment »

Como se vestir para ser um empreendedor de sucesso

Posted by HWBlog em 09/07/2011

Já ficou em dúvida sobre o que vestir para um almoço de negócios ou um happy hour com clientes? Uma pesquisa feita pela consultoria americana Harris Interactive mostrou que uma boa aparência – independente de beleza física – passa mais confiança. Para 90% dos entrevistados, quem se arruma mais tem mais chances de conseguir uma boa primeira impressão.

Para quem trabalha em casa, por exemplo, não dá para visitar um fornecedor importante vestindo pantufas. Já bem definido no mercado corporativo, o dress code ideal para empreendedores pode ajudar a fechar um negócio e passar uma ótima imagem da sua empresa. “Estar vestido adequadamente traz uma confiança maior para você e para o cliente, que tem a imagem de que você se preocupa em estar bem para recebê-lo”, justifica a personal stylist, Roberta Carlucci.

Seja em uma situação formal ou não, a dica é estar sempre vestido como profissional, respeitando o próprio estilo. “O que tem que aparecer em situações como esta é o trabalho e não a pessoa”, explicam Cristina Zanetti e Fernanda Resende, consultoras de imagem da Oficina de Estilo.

Aposte na forma de se vestir e se portar também como um cartão de visitas do seu negócio. “A sua imagem tem que representar alto potencial de futuro”, ensina Bia Kawasaki, consultora de moda e personal stylist. Confira como se vestir de forma adequada em diferentes situações seguindo as dicas das consultoras:

1 Pedir um empréstimo

Alguns empresários estão bastante acostumados a sentar em frente ao gerente do banco para discutir um financiamento e acabam relaxando depois de um tempo. É fato que a instituição financeira leva mais em conta o histórico e as garantias da empresa do que apenas a aparência. Mesmo assim, vestir-se bem passa confiança. “Quando a gente está pedindo alguma coisa, tem que ser mais receptivo e ter uma aparência mais delicada”, sugere Cristina.

Mesmo que a informalidade comece a ganhar espaço no mercado, em ambiente de banco, aparecer de bermudão e chinelo pode passar uma imagem errada. “Nessa ocasião, o traje business é o mais indicado. Para homens, calça social, camisa bem arrumada e sapato combinando com cinto. As mulheres podem vestir calça social e um sapato com salto”, ensina Bia.

Para Roberta, manter a coerência do estilo é importante. “Mesmo que o estilo seja mais despojado, precisa de um pouco de formalidade. A pessoa pode usar calça jeans e tênis allstar desde que vista um blazer”, diz. “Uma coisa que ajuda é escolher as cores certas. Cores muito contrastantes, como terno preto e camisa branca, não são legais. Prefira cores neutras e mais claras, como cinza e bege”, ensinam as consultoras da Oficina de Estilo.

2 No dia a dia

Em um dia normal, sem compromissos fora da empresa, dá para relaxar na hora de se arrumar, certo? Errado. “Os seus colegas vão reparar em você e eles podem virar clientes um dia. A gente está constantemente construindo networking entre os pares”, diz Roberta.

A dica de Bia é seguir o “bom senso code”. “Tem que investir em uma boa imagem pessoal, o que inclui corte de cabelo, maquiagem e barba adequada. Nada de roupas sensuais, sapato velho ou roupa de ginástica”, explica a consultora de imagem.

Um guarda-roupa casual para o dia a dia é o mais indicado. Camisa sem gravata e jeans ou calça social são boas escolhas “É legal ter no escritório um paletó, caso precise estar mais formal”, ensina Cristina.

3 Networking

Pode ser um happy hour ou um churrasco no final de semana, se existir a mínima possibilidade de fazer negócios, as consultoras sugerem que o traje seja profissional. “Sempre que você vai se apresentar e fomentar novos negócios tem que passar uma boa impressão”, diz Roberta.

Geralmente, alguns desses eventos estipulam o traje. Se não for o caso, Bia ensina que é comum telefonar para o anfitrião e perguntar. “Assim, você consegue seguir a linguagem padrão do ambiente”, conta.

Chinelos e roupas velhas devem ser deixados no armário. “As mulheres têm que evitar decotes, mesmo que seja um churrasco na beira da piscina. Afinal, ela não quer ser vista como a gostosona, mas como uma boa profissional”, opinam Fernanda e Cristina.

Bermuda de surfe e tênis de corridas também não são recomendados. “A mulher pode vestir uma calça jeans e um sapato bonito, com um saltinho. Para o homem, sapatênis de couro e camisa polo”, ensina Bia. Evitar gírias, falar em português corretamente e não beber além da conta também são sugestões das especialistas.

4 Almoço com clientes

Hoje, muitos empreendedores aproveitam o horário do almoço para fechar negócios. Receber o cliente fora do ambiente de trabalho ajuda a estreitar a relação e quebrar o gelo. As consultoras de imagem sugerem que o empresário tente se alinhar ao convidado. “Não é obrigatório se vestir de acordo com o cliente mas, quando cria essa comunicação visual, fica mais fácil. São códigos que a gente lê através do inconsciente”, ensinam Cristina e Fernanda.

Para escolher o que vestir, pense no dia da semana. “Se for sexta-feira, jeans e roupa mais casual”, ensina Bia. Calça social e camisa para os homens e vestido com casaquinho para as mulheres são apostas certeiras. “A mulher tem muito mais elementos e pode optar também por uma calça com uma blusa que tenha um detalhe que imite a gola da camisa masculina, como um babado, um colar, um broche ou mesmo um colete. É um elemento a mais que mostra que você se preocupou em se arrumar”, dizem as consultoras da Oficina de Estilo.

Quem trabalha com coisas muito criativas pode demonstrar isso com um acessório, não precisa ser nada da cabeça aos pés. “Os empreendedores de áreas menos formais podem usar uma roupa mais criativa, um lenço mais colorido e jogar mais nos acessórios”, define Roberta. Um relógio ou uma pasta diferentes também auxiliam nessa tarefa.

5 Buscar um investidor

O momento de uma reunião com um investidor é como o de uma entrevista de emprego. “Junto com um ótimo plano de negócio, o empreendedor tem que passar muita confiança”, define Roberta.

Um terno ou uma roupa equivalente é o mais indicado. “Evite cores muito escuras. Chumbo, marrom e azul marinho são cores mais convidativas. Mesmo para os informais, blazer com a calça social é indicado”, diz a consultora.

Para situações como uma negociação de investimento, a imagem pessoal vai além da roupa. Pequenas ações podem falar muito sobre o empreendedor e ser crucial para o sucesso da operação. “Usar uma bolsa ou um relógio falsificado transmite a ideia de que a pessoa não é ética”, ensina Bia Kawasaki. Evitar excessos, como estampas e joias, também vale a pena. “Isso pode constranger o investidor”, diz Bia.

6 Feira de negócios

Eventos, como feiras de negócios, costumam ser bastante rentáveis – e cansativos – para os empreendedores. “Nada mais cafona do que mulher usando um salto enorme e andando como um ganso no meio de uma feira”, diverte-se Bia.

Apesar de exigir horas de caminhada, esses eventos são prioritariamente profissionais e para fazer negócios. Por isso, tênis e moletom estão fora de cogitação. “Você vai andar e o sapato tem que ser confortável. Outro ponto importante é que você não está indo para uma academia, mas para várias reuniões de negócio”, complementa a consultora.

Para ficar confortável e ainda profissional, as especialistas sugerem que os homens vistam sapatênis de couro com calça social e camisa. Já as mulheres, podem optar por uma calça cigarrete com um casaquinho ou um vestido com meia calça e um sapato de salto baixo ou sapatilha. “Lembre-se que imagem não é só o que a gente veste. Tem que ter conteúdo, bom palavreado, com um aperto de mão confiante e sem cara de cansado”, diz Roberta.

Posted in Dicas | 5 Comments »

Para a mente, um emprego ruim é pior do que o desemprego

Posted by HWBlog em 17/03/2011

Um estudo realizado por cientistas do Centro de Pesquisa em Saúde Mental, da Australian National University, de Camberra, concluíram que ter um emprego ruim é mais prejudicial para a saúde mental do que estar desempregado, como publicado no periódico científico Occupational and Environmental Medicine.

A pesquisa acompanhou mais de sete mil australianos durante sete anos e constatou que os desempregados mostravam-se sempre mais calmos, felizes e menos ansiosos apenas se o emprego que conseguiam fosse recompensador e administrável.

Os desempregados que foram contratados para trabalhos ruins, tiveram seus níveis de depressão e ansiedade muito mais elevados, contrastando com a ideia de que qualquer emprego é melhor do que estar parado. Segundo Robert Hogan, especialista da Universidade de Tulsa, nos Estados Unidos, “chefes ruins fazem qualquer pessoa infeliz e o estresse começa nestes gerentes ruins”.

Posted in Dicas | Leave a Comment »