PrimeWork (Ano IX)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Posts recentes

  • Agenda

    maio 2014
    D S T Q Q S S
    « abr   jun »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031

As 10 vantagens do sucesso

Posted by HWBlog em 26/05/2014

Talentos 1O sucesso de hoje não garante a vitória de amanhã. Em anos recentes, tal incerteza ganhou caráter de obviedade. Quando menos se espera –ou se deveria esperar?– uma empresa é afetada por uma ruptura que põe fim à vantagem competitiva que vinha cultivando com afinco. O impacto é tamanho que todo um setor pode minguar, como vem acontecendo com os jornais impressos diários, por exemplo.

Em seu livro Confidence (ed. Crown Business), Rosabeth Moss Kanter, professora da Harvard Business School, apresenta estudo que realizou comparando os “sempre vencedores” com os “sempre perdedores” do mundo dos esportes e faz a correlação com o universo dos negócios. A conclusão é que vencer traz vantagens que torna mais fácil permanecer vitorioso ao longo do tempo.

A autora identificou dez vantagens que, se cultivadas pelo líder, poderão aumentar a probabilidade de o próximo sucesso ocorrer:

1. Ambiente mais atraente: há menos faltas e atrasos em empresas bem-sucedidas, e mais solidariedade e compartilhamento de conhecimento entre as pessoas.

2. Aprendizado facilitado: os vencedores tendem mais do que os perdedores a não terem resistência para discutir erros e aceitar retorno negativo, porque são autoconfiantes e entendem que praticar e aperfeiçoar faz parte da vitória.

3. Estrutura de apoio sólida: o sucesso amplia o círculo de apoio, enquanto o fracasso o destrói.

4. Liberdade para focar: os vencedores se distraem pouco.

5. Cultura de respeito mútuo: quando se vence em equipe, cada membro tende a ser respeitado por todos.

6. Boa reputação: o passado dos perdedores é frequentemente revisitado, e o fracasso acaba sendo óbvio.

7. Acesso a eventos e redes de relacionamento: os vencedores são mais convidados, e isso ajuda a mantê-los no topo.

8. Determinação: os vencedores controlam melhor seu destino, enquanto os perdedores, muitas vezes, têm de aceitar intervenções (auditorias, inspeções, comissões etc.), o que toma seu tempo.

9. Continuidade na liderança e na equipe: em vez de muita rotatividade.

10. Bom humor: gera energia e resiliência para seguir adiante, apesar dos tropeços. Além disso, contagia a equipe.

E por falar em resiliência…

Em artigo publicado por HBR Blog Network, ela declara: “A diferença entre vencedores e perdedores é a maneira como lidam com o fracasso”. Aí está a própria definição de resiliência: a capacidade de se recobrar facilmente ou, nas palavras da autora, de “sair do buraco”.

Mesmo as empresas líderes têm de se recuperar em algum momento, e elas conseguirão, se seus funcionários forem resilientes. E eles serão, mas somente se se importarem com a causa, se um forte senso de propósito e colaboração os mantiver unidos e motivados para assumirem a responsabilidade de ajudar a companhia a sobreviver.

O que impede a resiliência? Complacência, arrogância e ganância são as respostas de Kanter, que comenta: “Aqueles que têm desejo autêntico de servir, e não apenas o narcisismo de querer estar no topo, estão dispostos a renunciar hoje como investimento em uma situação melhor amanhã”.

Referências:

KANTER, R. M. Confidence: How Winning Streaks and Losing Streaks Begin and End. Nova York: Crown Business, 2006.

KANTER, R.M. “Surprise! Four Strategies for coping with disruptions”. 19 abr. 2010, HBR Blog Network. Disponível online em: . Acesso em: 15 jan. 2014.

KANTER, R. M. “Surprises are the new normal; resilience is the new skill”. 17 jul. 2013, HBR Blog Network. Disponível online em: . Acesso em 15 jan. 2014.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: