PrimeWork (Ano IX)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Posts recentes

  • Agenda

    outubro 2013
    D S T Q Q S S
    « set   nov »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  

Archive for 23 de outubro de 2013

5 revelações que os fundadores não admitem

Posted by HWBlog em 23/10/2013

insatisfeito com sua carreiraOs fundadores não revelam suas angústias e problemas. Mas aqui estão as 5 revelações que mais consomem suas cabeças junto com seus negócios

Quando as pessoas estão em seus escritórios, elas estão cheia de guardas e armas. Mas, quando eles estão cercados de colegas, deixam sua guarda para baixo. É nesse momento que os fundadores falam sobre coisas que ninguém mais pode apreciar ou compreender.

Alguns fundadores são pessoas bem sucedidas e venderam suas empresas, enquanto outros estão apenas começando. Apesar do amplo espectro do negócio, os sentimentos compartilhados sempre são universais.

Depois de algumas conversas sinceras a algumas doses de vodka, as verdades começam a aparecer.

#1. Empreendedores são solitários

Você não escuta isso com tanta frequência publicamente, mas o empreendedor é um homem, ou uma mulher, um tanto quanto sozinha.

Por definição, você não tem um monte de sócios, pares de negócios, funcionários e etc. Quando as pessoas em sua empresa vão para o almoço, eles têm um assunto em comum, que pode ser uma reclamação da gestão.

Mas um fundador é a gestão. Você não pode ir para almoçar e reclamar isso pra ninguém.

Se você tiver sorte, você tem um cônjuge que realmente entende o que você faz e pode ser alguém que você confia muito. Mas, poucas pessoas têm essa sorte.

Isso deixa a maioria dos fundadores sem ninguém para conversar no trabalho, e sem ninguém em que você possa confiar em casa.

Considerando o incrível grau de emoção pessoal investida em uma empresa, é muito difícil de ser isolada quando se lida com essas emoções. Essa não é uma boa sensação.

#2. Os fundadores são cheios de dúvidas

Há geralmente 2 tipos de empreendedores: aqueles que não têm nenhuma ideia se as coisas estão funcionando e aqueles que estão mentindo sobre isso.

Nenhum de nós tem uma bola de cristal. Nós não temos nenhuma se o que estamos fazendo vai funcionar ou não. Isso faz parte de ser um empreendedor.

Mas para o mundo exterior você precisa projetar 100% a sua confiança em seu negócio, em sua abordagem, em seu produto.

Construindo uma base cheia de dúvida cria um parque de ansiedade e cheio de emoções.

#3. Ser um empreendedor vai falir você

No topo da montanha russa emocional vem uma torrente absoluta da dívida e estresse financeiro.

Fundadores e empreendedores são os últimos a receber o pagamento, e no momento em que a empresa atinge um ponto em que o fundador pode receber algum dinheiro, é normalmente a um custo que nunca quase poderá ser reembolsado.

Você ouve os fundadores falar para milhares de pessoas que os fins justificam os meios. Mas e sobre o período em que os fins ainda não justificaram os meios?

O que significa investir tudo em uma empresa sem ter a mínima ideia se esse investimento nunca irá voltar? O que significa não ser capaz de planejar ter renda, mesmo sabendo que você tem sérias despesas aparecendo?

Estes não são os problemas que as pessoas gostam de compartilhar, mas eles existem. E eles sugam sua saúde, seu tempo, sua energia.

Muito poucas pessoas nunca vão ter uma grande recompensa, e mesmo quanto têm, ela vem muito depois que você já perdeu tudo que tinha.

#4. O fracasso assombra

O tema principal da história de todos os empreendedores foi o de pendente fracasso. Acho que tendem a minimizar o fracasso de uma empresa, mas assim como acidentes de carro, ele acontece o tempo todo.

O problema com o fracasso não é a falha em si, é a montanha de ansiedade que precede o fracasso. É um lembrete constante de que você pode ter cometido um erro, perder dinheiro, tempo, e ainda arruinou a sua reputação.

Ele – o fracasso- te persegue incessantemente, e raramente para quando você tem um momento de avanço.

#5. Ele pode se sentir encurralado

Quando as coisas estão indo bem, é ótimo ser o fundador da empresa. Mas quando o navio está afundando, o capitão tem que afundar com ele. E esse fato é grande verdade entre os fundadores.

Você não houve falar em muitas startups em que o fundador consegue um emprego enquanto todas as pessoas ao redor estão saindo correndo desesperadas.

Provavelmente, se tudo der errado, o fundador estará segurando as pontas enquanto todo mundo foge. Os funcionários podem ir para novas oportunidades, muitas vezes com salários melhores.

Mas o nome do empreendedor estará nas contas do escritório, mesmo depois que tudo tiver ido por água abaixo. Saber que você criou laços que não podem ser facilmente quebrados pesa em você constantemente.

O diálogo precisa acontecer

Com um grupo de empreendedores e fundadores é sempre mais fácil falar sobre temas populares, como aquisição de clientes ou acordos de desenvolvimento de negócios.

É mais fácil falar de sentimentos pessoais, especialmente quando eles se relacionam com a falha.

Mas esses sentimentos pessoais são de muitas maneiras a pedra angular da gestão de uma startup. Nós não lutamos com problemas técnicos e principalmente com os emocionais.

E às vezes isso só ajuda a saber que não somos as únicas pessoas que lidam com a ansiedade do fracasso e da dúvida.

Posted in Empreendedorismo | Leave a Comment »