PrimeWork (Ano VII)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Tópicos recentes

  • Agenda

    julho 2013
    D S T Q Q S S
    « jun   ago »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  

As Marcas de cada Líder

Posted by HWBlog em 17/07/2013

as marcas de cada líderNo Brasil, a tradição da economia da inflação não desenvolveu nos indivíduos o hábito de pensar no futuro. E quem não pensa no futuro não pode nortear o presente, independente de como ele esteja hoje. Operações não bastam, mesmo que sejam bem-sucedidas. É preciso muito mais do que isso. É preciso mudar.

Gandhi dizia que nós precisamos ser a mudança que queremos ver no mundo. Para ele, antes de mudar outra pessoa, é preciso mudar o que está dentro de você. Quem endossa o grande líder é Fred Kofman, criador do conceito da “Alta Performance Baseada em Valores”, voltado para a maximização da performance humana nas empresas, que sintetizou suas ideias no Fórum Mundial de Alta Performance, dizendo que para que as organizações mudem, é preciso que as pessoas mudem. “A transformação é um processo que começa, mas nunca termina”, declarou na ocasião, explicando que o grande problema hoje das organizações está no fato de as pessoas quererem transformar-se de medíocres em extraordinárias, pegando o ônibus sem saber para onde vão. E sugere: vamos juntar pessoas excepcionais e sentar juntos para fazer uma empresa excepcional?

Claus Möller, considerado um dos maiores especialistas mundiais em administração e treinamento, eleito pelo “UK Department of Trade and Industry”, um dos “8 Quality Gurus”, do mundo, sendo o único europeu nesse grupo, apresentou aqui no Brasil no ano passado uma pesquisa realizada na Europa que traz dados surpreendentes sobre as pessoas nas organizações: 4 em 10 funcionários europeus pensam coisas ruins e falam mal da empresa onde trabalham; 8 em 10 não levam o coração para o trabalho; 2 em 10 dão o melhor de si e apenas 20% da população ativa é automotivada. Ele afirma que as pessoas não ouvem as palavras dos chefes, elas ouvem os pés do chefe, onde ele está caminhando. E seguem o mesmo caminho. Möller define que o caminho está no desenvolvimento da lealdade, que é muito diferente de obediência.

Estabilidade – Talvez o segredo para a mudança com sucesso esteja na estabilidade. Estabilidade só acontece quando se mostra, se explica para as pessoas o porquê das mudanças. Quando elas se sentem envolvidas no senso de urgência das coisas. É preciso deixá-las se comprometerem, delegar tarefas, compartilhar decisões e analisar junto os resultados. E quem consegue isso nas corporações modernas?

Não basta ter a visão da mudança. É preciso despertar esta visão nas pessoas e ainda mostrar para elas que onde quer que elas estejam, haverá claramente um rumo, uma luz no final do túnel e quais os impactos que estas mudanças gerarão positivamente em suas vidas, mesmo que isto aconteça a médios e longos prazos. É preciso inspirar a mudança…. E isso só se consegue conhecendo profundamente as necessidades inspiradoras de cada indivíduo, um a um, e costurando-as de uma forma que consiga se alinhar para o bem comum… e só quem ama o que faz consegue chegar neste nível. O amor fraterno é a única força capaz de gerar a verdadeira coesão entre as pessoas.

Compromisso – Este é o diferencial que vai gerar o compromisso. E é o compromisso que vai determinar o tempo de vida útil de uma pessoa dentro de uma organização. Por sua vez, o tempo de vida útil de uma pessoa dentro de uma organização interfere diretamente no sucesso ou na ruptura de um processo de mudanças. O compromisso com a transformação é o que gera a transmutação das pessoas e as mudanças nas corporações. É preciso entender a diferença ente o contagioso e o contagiante.

Sabemos que toda mudança requer disciplina. Sabemos também que um processo de mudança efetivamente comprometido nunca termina, ele apenas vai mudando as datas e as etapas à medida que as coisas vão acontecendo e evoluindo. Se só as lideranças são capazes de gerar mudanças significativas, é preciso preparar líderes, descobrindo pessoas e encorajando-as a mostrar suas aptidões e desenvolver seus potenciais, para que sejam detectados os olhos de tigre dos grandes aprendizes de líderes do futuro.

-Alessandra Assad

Marks each Leader

In Brazil, the tradition of the economy of inflation did not develop in people the habit of thinking in the future. And who does not think in the future can not govern the present, regardless of how it is today. Operations are not enough, even if they are successful. It takes much more than that. We must change.

Gandhi said we must be the change we wish to see in the world. For him, before changing another person, you need to change what is within you. Who endorses the great leader is Fred Kofman, creator of the concept of “High Performance-Based Values” focused on maximizing human performance in business, who synthesized his ideas at the World Forum of High Performance, saying that for organizations to change, it takes people to change. “Transformation is a process that begins but never ends,” he said at the time, explaining that the big problem today organizations are in fact people want to become mediocre in overtime, taking the bus without knowing where to go. And he suggests: let us join exceptional people and sit together to make an exceptional company?

Claus Möller, considered one of the leading experts in management and training, elected by the “UK Department of Trade and Industry,” one of “8 Quality Gurus” of the world, being the only European in the group, presented here in Brazil last year a survey conducted in Europe that brings surprising data about people in organizations: 4 in 10 European officials think bad things and blame the company they work; 8 in 10 do not take the heart to work; 2 in 10 give the best of yourself and only 20% of the active population is self-motivated. He says that people do not hear the words of their leaders, they hear the feet of the head, where it is heading. And follow the same path. Möller defines the path is the development of loyalty, which is very different from obedience.

Stability – Perhaps the secret to successful change is stability. Stability only happens when it is, it explains to people why the changes. When they feel a sense of urgency involved in things. You need to let them commit, delegate tasks, share decisions and analyze the results together. And who gets it in modern corporations?

Do not just have a vision of change. It is necessary to awaken this vision in people and still show them that wherever they are, there will be a clear direction, a light at the end of the tunnel and the impacts that these changes will generate positive in their lives, even if it happens to middle and long term. You need to inspire change …. And this can only be achieved by knowing deeply inspiring the needs of each individual, one by one, and sewing them in a way that can be aligned to the common good … and only those who love what you do can reach this level. Brotherly love is the only force capable of generating a real cohesion between people.

Commitment – This is the difference that will generate the commitment. And it is a commitment that will determine the lifetime of a person within an organization. In turn, the lifetime of a person within an organization directly affects the success or breakage of a process change. The commitment to change is what creates the transmutation of people and changes in corporations. One must understand the difference being the contagious and infectious.

We know that every change requires discipline. We also know that a change process effectively committed never ends, it just keeps changing the dates and steps as things are going and evolving. If only the leaders are able to generate significant changes, we need to prepare leaders, discovering people and encouraging them to show their skills and develop their potential, that are detected tiger eyes of the great leaders of the future learners.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: