PrimeWork (Ano VII)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Tópicos recentes

  • Agenda

    abril 2013
    D S T Q Q S S
    « mar   maio »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  

O estilo growth hacking e a importância de se pensar como uma startup

Posted by HWBlog em 01/04/2013

hackerAdotar o estilo growth hacking pode trazer benefícios aos negócios. Entenda como levar o growth hacking para a cultura da sua organização

Fazer mais com menos. Isso lhe soa familiar? Esta é uma declaração que podemos escutar em todas as reuniões de estratégia e planejamento.

Sim, há momentos em que, quando você puder, deve fazer mais com menos. Mas, fazer mais com menos não é um mantra em si. É uma forma de administração que tenta aumentar a produtividade e otimizar os processos para se ter mais eficiência.

Esta é a maneira pela qual as empresas competem hoje em dia, sem necessariamente pensar como isso vai posicioná-los no futuro.

A inovação e o risco, muitas vezes carregam um custo muito alto para que algumas empresas possam suportar. Isso é mais do que apenas dinheiro ou finanças.

Explorar novas situações também apresenta um custo de oportunidade significativa que pode de fato significar fazer mais com mais, ao invés de fazer mais com menos.

O modelo hacker

O “hacker way” é a ideologia que Mark Zuckerberg há muito emprega no Facebook. É também o nome da estrada que leva ao vasto campus da sede do Facebook em Menlo Park, na California.

Para se ter sucesso nos negócios hoje, você de fato precisa ser um hacker, já que…

Tudo começa com uma mudança de perspectiva e cultura. Às vezes é preciso aprender com uma pequena empresa enxuta, para poder colocar a sua empresa de volta nos trilhos.

As startups são os queridinhos novos da indústria. Twitter, Forsquare, Instagram, Pinterest, Uber, AirBnB são empresas que estão perturbando antigos modelos de negócios, enquanto criam mercados inteiramente novos.

No mundo das startups, ao contrário das grandes organizações, os funcionários não apenas usam múltiplos chapéus, como estão habilitados para se destacarem em cada frente para ajudar a ganhar impulso e, finalmente crescer.

Esse é o clássico intraempreendedorismo. Essa abordagem levam os elementos que representam os pilares que definem o empreendedorismo e tenta celebrá-los dentro de um ecossistema maior.

Os intraempreendedores são os novos empreendedores

Intraempreendedores repensam e promovem a inovação em processos, desenvolvimento de produtos, marketing, colaboração e em qualquer lugar e em todos os lugares que forem possíveis.

Na comunidade startup, uma das coisas que mais se fala sobre intraempreendedorismo é o papel do hacker de crescimento, ou growth hacking.

Para ser um growth hacking, você precisa ser justamente a pessoa encarregada de fazer mais com menos. A diferença aqui é que os growth hackers encarregam-se de fazer mais com menos, como cortar o modo como as coisas são feitas para encontrar uma maneira rápida de atingir metas.

O que é um growth hacking?

Growth hacking é a arte e a ciência de criar a consciência, a tração, adoção e utilização de meios de defesa não ortodoxas e surpreendente. É literalmente um hacker de processos tradicionais para acelerar os negócios.

Em 2010 Sean Ellis apresentou o conceito no seu artigo “Find a Growth Hacker for Your Startup”.

Em seu artigo, Ellis reconhece a diferença entre o marketing tradicional e o growth hacking no desenvolvimento dos negócios. O problema é que a maioria das startups tenta contratar para as habilidades e experiências que são irrelevantes, deixando de se concentrar nas competências essenciais.

As típicas descrições de trabalho muitas vezes estão carregadas de requisitos genéricos, mas aparentemente necessários, como a capacidade de estabelecer um plano estratégico de marketing para atingir objetivos corporativos, construir e gerenciar a equipe de marketing, gerir vendedores externos e etc.

A melhor definição sobre growth hacking vem através do Quora, e é dada por Andy Johns:

Growth hacking é a ideia de que um empreendedor pode ter uma abordagem inteligente ou não-tradicional para aumentar a taxa de crescimento/adoção de seu produto por hackear processos específicos para fins de crescimento.

O que é conhecido por hackear  hoje, será a definição mais comum do mundo da tecnologia no futuro, porque as pessoas estão acordando para o fato de que o crescimento não se limita a um bom produto.

É claro que, quando você ouve a palavra hacker, provavelmente você entende como invadir redes, ou sequestrar ideias e computadores para acessar seus arquivos e informações.

Mas, hacking ainda é um método de contornar tarefas tradicionais para conseguir atingir uma meta. Para competir com relevância no futuro, os tecnólogos e líderes acreditam que que o futuro do marketing se resume à tecnologia.

Growth hacking parece algo intrigante mas, na sua essência, representa uma homenagem à programação e o respeito à cultura das comunidades online, mídias sociais e mobile a fim de influenciar um comportamento diferente.

Em 2012, Andrew Chen, um empreendedor e blogueiro do Vale do Silício descreveu o conjunto de habilidades que serve a corrente growth hacking no notável artigo: “Growth hacking is the new VP of Marketing”.

Essa é a peça definitiva do que se espera, descrevendo a importância, as habilidades, as responsabilidades e os resultados em potencial de crescimento, quando os hackers assumem o papel do marketing.

Este não é apenas uma única função – toda a equipe de marketing acaba sendo influenciada. Ao invés de um vice-presidente de marketing, com um conjunto grupo de não-marqueteiros se reportando a eles, os growth hackers são engenheiros liderando equipes de engenheiros.

As pessoas são o quinto pê do marketing e a fonte de crescimento do growth hacking

A metodologia growth hacking leva pessoas de tecnologia usando tecnologia para atingir o público desejado para conseguir os cliques desejados, conversões e resultados.

Ele está certo. Mas ele está errado sobre as pessoas. As pessoas representam o quinto pê do marketing e é através da empatia em compreender os desafios do mundo real que abrimos as portas para novas oportunidades.

Para ter sucesso nos negócios e continuamente competir no futuro você precisa ter a cultura de intraempreendedorismo para desencadear a inovação dentro da sua empresa.

Lembre-se que isso tem muito menos a ver com fazer mais com menos e muito mais com encontrar ou criar soluções quando os recursos e oportunidades são pequenos e modestos.

Hackear o crescimento não é apenas sobre encontrar novos meios para o crescimento e pegar um atalho, mas sim sobre a descoberta de um meio para um fim, quando os outros caminhos para chegar ao resultado são vazios, medíocres e sem brilho.

– Enrico Cardoso

The style hacking growth and the importance of thinking like a startup

Adopting the style hacking growth can bring benefits to business. Understand how to bring growth to the hacking culture of your organization

Doing more with less. Does that sound familiar? This is a statement we hear all meetings of strategy and planning.

Yes, there are times when you can, must do more with less. But, do more with less is not a mantra in itself. It is a form of government that tries to increase productivity and optimize processes to be more efficient.

This is the way in which firms compete today without necessarily thinking about how this will position them in the future.

Innovation and risk often carry a very high cost to some companies can afford. This is more than just money or finances.

Explore new situations also presents a significant opportunity cost that may actually mean doing more with more, instead of doing more with less.

The model hacker

The “hacker way” is the ideology that Mark Zuckerberg on Facebook employs long. It is also the name of the road leading to the sprawling campus of the headquarters of Facebook in Menlo Park, California.

To succeed in business today, you really need to be a hacker, since …

It starts with a change of perspective and culture. Sometimes you have to learn from a small lean company, so you can put your company back on track.

The startups are the new darlings of the industry. Twitter, Forsquare, Instagram, Pinterest, Uber, AirBnB are companies that are disrupting old business models while creating entirely new markets.

In the world of startups, unlike large organizations, employees not only use multiple hats, as they are able to excel on every front to help gain momentum and ultimately grow.

This is the classic intrapreneurship. This approach takes the elements that represent the pillars that define entrepreneurship and tries to celebrate them within a larger ecosystem.

Intrapreneurs are the new entrepreneurs

Intrapreneurs rethink and promote innovation in processes, product development, marketing, and collaboration anywhere and everywhere that are possible.

In the startup community, one of the things that we talk about is the role of intrapreneurship hacker growth, or growth hacking.

To be a growth hacking, you need to be exactly the person tasked to do more with less. The difference here is that the growth hackers charge to do more with less, how to cut the way things are done to find a quick way to achieve goals.

What is a growth hacking?

Growth hacking is the art and science of creating awareness, traction, adoption and use of defenses unorthodox and surprising. It is literally a hacker from traditional processes to accelerate business.

In 2010 Sean Ellis introduced the concept in his article “Find a Growth Hacker for Your Startup.”

In his article, Ellis recognizes the difference between traditional marketing and hacking growth in business development. The problem is that most startups trying to hire the skills and experiences that are irrelevant, leaving to focus on core competencies.

The typical job descriptions often are loaded with generic requirements, but apparently necessary, as the ability to establish a strategic marketing plan for achieving corporate objectives, build and manage the marketing team, managing outside vendors and so on.

The best definition of hacking growth comes through Quora, and is given by Andy Johns:

Growth hacking is the idea that an entrepreneur can have an intelligent approach to non-traditional or increase the rate of growth / adoption of your product by hacking specific processes for growth.

What is known for hacking today is the most common definition of the technology world in the future, because people are waking up to the fact that growth is not limited to a good product.

Of course, when you hear the word hacker, you probably understand how to break into networks, ideas and or hijack computers to access your files and information.

But hacking is still a method of bypassing traditional tasks to achieve a goal. To compete with relevance in the future, technologists and leaders believe that the future of marketing comes down to technology.

Growth hacking seems intriguing but, in essence, is a tribute to the lineup and respect the culture of online communities, social media and mobile to influence a different behavior.

In 2012, Andrew Chen, an entrepreneur and Silicon Valley blogger described the skill set that serves the current growth in hacking remarkable article, “Growth hacking is the new VP of Marketing.”

This is the definitive piece than expected, describing the importance, the skills, responsibilities and results in growth potential, when hackers take on the role of marketing.

This is not just a single function – the whole marketing team ends up being influenced. Instead of a vice-president of marketing, together with a group of non-marketers reporting to them, the growth hackers engineers are leading teams of engineers.

People are the fifth Peach marketing and growing source of growth hacking

The methodology takes people hacking growth technology using technology to reach the desired audience to achieve the desired clicks, conversions and results.

He’s right. But he is wrong about people. People represent the fifth Peach marketing is through empathy and understanding the real-world challenges that we open the door to new opportunities.

To succeed in business and continually compete in the future you need to have a culture of intrapreneurship to unleash innovation within your organization.

Remember that this has much less to do with doing more with less and more to find or create solutions where resources and opportunities are small and modest.

Hacking growth is not just about finding new ways for growth and take a shortcut, but about finding a means to an end, when other paths to reach the result is empty, mediocre and dull.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: