PrimeWork (Ano VII)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Tópicos recentes

  • Agenda

    dezembro 2012
    D S T Q Q S S
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  

Área tributária ganha importância nas empresas

Posted by HWBlog em 19/12/2012

Área tributária ganha importância nas empresas

Segundo estudo da KPMG na América Latina, 100% dos líderes tributários e fiscais têm sido vistos como parceiros estratégicos do negócio

Apesar de departamentos fiscais de empresas latino-americanas dedicarem mais horas a atividades de compliance (cumprimento das obrigações regulares de apurações dos diversos impostos) do que a atividades estratégicas, os líderes dessas áreas em países latinos consideram como prioridade uma maior interação com os altos executivos da empresa e eles têm assumido papeis como importantes parceiros nas decisões de negócios.

É o que aponta a pesquisa Future Focus: Tax and Transformation in Iberoamerica’s New Business Reality, realizada pela KPMG’s, com os primeiros resultados de um estudo internacional sobre o impacto das questões fiscais na nova realidade de negócios da América Latina.

A pesquisa, realizada na Argentina, Brasil, Chile e México, teve a participação de 200 líderes dos setores tributários de empresas, e mostrou que o percentual de entrevistados latino-americanos que têm uma estratégia fiscal conectada com a estratégia comercial aumentou de 91% em 2009 para 97% em 2012. No Brasil, esse índice corresponde a 100%, o que demonstra maior valorização do setor fiscal dentro das empresas.

Houve também notável crescimento no número de empresas que dizem que sua estratégia fiscal tem aprovação da diretoria da empresa (de 83% em 2009 para 91% em 2012). Para 87% dos entrevistados, a diretoria e/ou a liderança corporativa estão diretamente envolvidas na estratégia tributária – um aumento significativo desde 2009 (61%). No Brasil, está ligeiramente acima da média, com 88%.

Para Cecílio Schiguematu, sócio-líder de TAX da KPMG no Brasil, “trata-se de um passo fundamental que ajudará empresas a evitarem equívocos, reduzirem riscos,  buscarem oportunidades e prosperarem na nova realidade de negócios”.

Brasil acima da média

Com total integração entre as estratégias fiscal e de negócios nas empresas brasileiras, 88% da diretoria das empresas consultadas mantém um envolvimento direto entre as áreas, investindo 88% em melhorias de tecnologia e 90% em controle de risco. Ainda, 64% dos entrevistados brasileiros disseram que farão mudanças na estrutura do departamento no futuro próximo, contra 40% da América Latina.

A pesquisa mostra ainda a importância da área de compliance (80%) e dos relatórios financeiros (67%), os quais devem ser o foco de seus departamentos fiscais nos próximos 12 meses.

Espera-se que o setor tributário gaste cerca de metade de seu tempo com atividades de compliance. Isso contrasta com apenas cerca de 30% do tempo dedicado ao planejamento tributário. Estima-se que atividades mais avançadas e de apoio aos negócios, como a melhoria no processo fiscal e a integração com outras áreas de negócios, consumam apenas 10% do tempo do departamento.

Sobre a Pesquisa

Desde 2006, subsidiárias da KPMG no mundo têm monitorado a evolução dos setores fiscais por meio de uma série de pesquisas comparativas com líderes fiscais no mundo todo.

10 características de um sistema tributário competitivo

A competição entre países para o investimento estrangeiro vai crescer. Por isso, um país pode ser capaz de atrair mais investimento estrangeiro e aumentar a receita com a presença de multinacionais e empresas estrangeiras por mais, a partir de um sistema tributário com as seguintes características:

1. Ampla base tributária

2. Competitivas taxas de imposto

3. Transparência

4. Neutralidade

5. Simplicidade

6. Estabilidade

7. Eficiência

8. Equilíbrio entre os diversos impostos

9. Patrimônio (horizontal e vertical)

10. O respeito pelo Estado de Direito

– Jornal Folha de SP (Brasil)

Area tax gains importance in business

According to a study by KPMG in Latin America, 100% of the tax and fiscal leaders have been viewed as strategic business partners

Although tax departments of Latin American companies devote more hours to compliance activities (regular fulfillment of the obligations of the various tax calculations) than strategic activities, the leaders of these areas in Latin countries consider as a priority greater interaction with top executives the company and they have assumed important roles as partners in business decisions.

That’s what the research shows Future Focus: Tax and Transformation in Iberoamerica’s New Business Reality, conducted by KPMG’s, with the first results of an international study on the impact of tax issues in the new reality of business in Latin America.

The survey, conducted in Argentina, Brazil, Chile and Mexico, had the participation of 200 leaders in business tax, and showed that the percentage of respondents in Latin America who have a tax strategy connected with the business strategy increased from 91% in 2009 to 97% in 2012. In Brazil, this figure corresponds to 100%, which demonstrates greater appreciation of the fiscal sector within companies.

There was also significant growth in the number of companies that say their tax strategy has approval from the board of the company (83% in 2009 to 91% in 2012). For 87% of respondents, the board and / or corporate leadership are directly involved in tax strategy – a significant increase since 2009 (61%). In Brazil, is slightly above average, with 88%.

To Cecílio Schiguematu, socio-TAX leader of KPMG in Brazil, “it is a fundamental step that will help companies to avoid misunderstandings, reduce risks, seek opportunities and thrive in the new business reality.”

Brazil above average

With complete integration between business and tax strategies in Brazilian companies, 88% of companies surveyed board maintains a direct engagement between areas, investing 88% improvements in technology and 90% in risk control. Still, 64% of respondents said that Brazil will make changes in the structure of the department in the near future, against 40% in Latin America.

The research also shows the importance of compliance area (80%) and financial reporting (67%), which should be the focus of their tax departments over the next 12 months.

It is expected that the tax industry spends about half his time on compliance activities. This contrasts with only 30% of the time devoted to tax planning. It is estimated that more advanced activities and business support such as tax process improvement and integration with other business areas, consume only 10% of the time the department.

About the Survey

Since 2006, subsidiaries of KPMG in the world have been monitoring the evolution of fiscal sectors through a series of comparative research with tax leaders worldwide.

10 characteristics of a competitive tax system

The competition among countries for foreign investment will grow. Therefore, a country may be able to attract more foreign investment and increase revenue with the presence of multinational and foreign companies for more from a tax system with the following characteristics:

1. Broad tax base

2. Competitive tax rates

3. Transparency

4. Neutrality

5. Simplicity

6. Stability

7. Efficiency

8. Balance between the various taxes

9. Heritage (horizontal and vertical)

10. Respect for the rule of law

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: