PrimeWork (Ano VII)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Tópicos recentes

  • Agenda

    dezembro 2012
    D S T Q Q S S
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  

13 dicas para bombar o seu negócio em 2013

Posted by HWBlog em 18/12/2012

bombar negociosCoisas boas acontecem para empreendedores que são pacientes e adotam medidas consistentes para construir um negócio de sucesso. Concorda?

Fim de ano é tempo de reavaliação das coisas boas e das coisas nem tão boas que aconteceram ao longo do ano. Coisas boas sempre podem ser reforçadas e devem servir de inspiração na caminhada. Coisas ruins servem de aprendizado e devem ser eliminadas para que não voltem a proporcionar dor de cabeça.

Em negócios não é diferente. Como já foi dito anteriormente, não há esperança para quem vive apenas de esperança. Mais do que uma estratégia bem consolidada, mudar determinada condição requer, na maioria dos casos, um olhar diferente para uma mesma situação.

Dessa forma, compartilho aqui treze dicas fundamentais para mudar a cara do seu negócio no próximo ano, à luz da minha experiência profissional vivenciada em pequenas, médias e grandes empresas ao longo do ano.

Aqui não existe utopia, mas, uma constatação pura e simples de alguns equívocos cometidos por empresários, empreendedores e líderes em geral que, trabalhadas de maneira diferente, vão fazer uma diferença enorme na gestão do seu negócio.

1. Dê importância à estratégia: quanto mais operacional, menos estratégico, lembra? Pare de vez em quando e pense nas pequenas estratégias que, somadas, o levarão a atingir uma estratégia maior. O empreendedor que não pensa estrategicamente não sai do lugar e você também já sabe: quem não sabe para onde vai, qualquer lugar serve. Isole-se com frequência para pensar mais nas coisas que vão melhorar o seu negócio, senão, as forças contrárias tomam conta da situação.

2. Mão de ferro no Fluxo de Caixa: entenda de uma vez por todas, a felicidade é um fluxo de caixa positivo. Não há empresa que resista sem um controle de despesas e receitas mais próximo possível da realidade. Se você não adquirir a consciência de que isso é importante e não tratar as contas com a seriedade necessária, não há salvação para o seu negócio.

3. Monitore os resultados diariamente: se você não é bom vendedor, ajude a si mesmo, contrate um bom vendedor, mas, a única forma de perceber isso é monitorando os resultados com mais frequência; somente o acompanhamento sistemático dos resultados vai obriga-lo a repensar o negócio continuamente e promover os ajustes necessários para mudar a realidade.

4. Reavalie o comportamento da equipe: não espere que os seus colaboradores estejam tão comprometidos com o seu negócio quanto você. Se as coisas não estão indo bem como gostaria, promova reuniões de realinhamento ou, como eu gosto de mencionar, reposicionamento das pessoas. Elas precisam entender de maneira clara o seu papel na empresa. Se você não disser a cada um que ele deve fazer e não monitora-lo com frequência, não espere nada diferente. Um negócio bem-sucedido, antes de ser técnico ou financeiro, é um processo humano; as pessoas são importantes.

5. Evite atalhos: livros ajudam, principalmente os meus, entretanto, uma boa consultoria por meio do Sebrae ou mesmo de um consultor autônomo vão ajuda-lo de maneira mais produtiva e consistente; da mesma forma, se você optar por ferramentas ou aconselhamentos meia-boca, o que você vai conseguir é algo do tipo meia-boca.

6. Reinvista os lucros sempre que possível: eu sei que você precisa sobreviver e quer aproveitar enquanto ainda dá tempo, mas, separe uma parte dos ganhos para investir em melhorias: processos, ferramentas, pessoas etc. Vai levar um tempo ainda para ficar rico, mas, enquanto esse tempo não chega, canalize esforços para a melhoria do negócio.

7. Repense o atendimento: estratégia é importante, fluxo de caixa também, entretanto, o atendimento ainda é a coisa mais importante do seu negócio e, nesse sentido, a maioria das empresas tem muito para evoluir. Pense numa empresa onde o atendimento é uma referência, copie descaradamente e adapte um novo modelo para o seu empreendimento. De vez quando, mude-se para o outro lado e sonde os seus empregados. Eles são, na maioria dos casos, a fonte do mau atendimento prestado pela sua empresa.

8. Visite a concorrência: o seu concorrente tem pontos fortes e pontos fracos. Pontos fortes são difíceis de derrubar. Pontos fracos podem ajuda-lo a pensar de maneira diferente. Em relação a esse ponto fraco do concorrente, como eu posso fazer melhor?

9. Utilize o bom senso e a simplicidade: pare de inventar a roda, bom senso e simplicidade são melhores que complexidade e sofisticação; quanto mais você se liga no que dizem as revistas, mais confunde a própria cabeça; a simplicidade é difícil de ser conseguida, mas o bom senso não; sofistique na medida em que tiver recursos e simplifique sempre que possível.

10. Redistribua as funções: pare de se iludir imaginando que uma única pessoa é capaz de tomar conta de tudo: finanças, recursos humanos, atendimento, entrega etc. Reavalie a estrutura organizacional, defina uma boa matriz de responsabilidades (quem faz o que, quem responde pelo que) e reorganize a casa; quem quer ser tudo para todos, acaba não sendo nada, lembra?

11. Reavalie os processos: o que significa isso? Processos são a forma, o método ou a maneira como as coisas devem ser feitas. Em suma, é o seu jeito de fazer negócio. Nada de sofisticação, apenas uma sequencia lógica de ações descritas no papel de como as coisas precisam ser feitas. Por que isso é necessário? Para evitar que você fique refém das pessoas e possa melhorar cada vez mais.

12. Não confunda saldo em caixa com resultado: por incrível que pareça, isso ainda é uma grande dificuldade; saldo em caixa é o volume de dinheiro registrado todos os dias considerando todas as receitas e despesas correntes; resultado é o lucro apurado ao final de cada exercício contábil – mensal, trimestral, semestral, anual.

13. Assuma o verdadeiro papel de empreendedor: assuma definitivamente a liderança do negócio, evite trata-lo apenas como fonte de sobrevivência, tenha coragem de mudar o que precisa ser mudado e comprometa-se a chegar ao fim do próximo ano bem melhor do que quando começou. Ser empreendedor é um exercício constante de evolução.

Por fim, lembre-se: a sorte favorece os que são persistentes, porém, enquanto a sorte não vem, continue caminhando e jamais perca o seu objetivo de vista. Não há segredos, somente o trabalho duro e consistente dará resultados.

– Jerônimo Mendes

13 tips for pumping your business in 2013

Good things happen to entrepreneurs who are patient and consistent adopt measures to build a successful business. Do you agree?

End of year is time to reassess the good things and not so good things that happened throughout the year. Good things can always be strengthened and should serve as an inspiration in the journey. Bad things serve learning and should be removed for not coming back to provide headache.

In business is no different. As previously stated, there is no hope for those who live only hope. More than one well-established strategy, change certain condition requires, in most cases, a different look for a given situation.

Thus, I share here thirteen key tips to change the face of your business next year in light of my lived experience in small, medium and large businesses throughout the year.

Here there is no utopia, but a finding of some outright mistakes made by business owners, entrepreneurs and leaders in general, worked differently, will make a huge difference in managing your business.

1. Give importance to the strategy: the more operational, less strategic, remember? Stop occasionally and think about some strategies that together will take to reach a larger strategy. The entrepreneur who does not think strategically goes nowhere and you also already know: who does not know where he is going, anywhere will do. Insulate yourself frequently to think more on things that will improve your business, but the opposing forces take care of the situation.

2. Iron fist in Cash Flow: Understand once and for all, happiness is a positive cash flow. There is no company that can withstand a control of expenditure and income as close as possible to reality. If you do not acquire the awareness that it is important not to treat the accounts with the necessary seriousness, there is no salvation for your business.

3. Monitor the results daily: if you are not good seller, help yourself, hire a good seller, but the only way to realize this is monitoring the results more often, only the systematic monitoring of results will force him to rethink the business and continually promote the necessary adjustments to change reality.

4. Reassess team behavior: do not expect your employees are as committed to your business as you do. If things are not going as well as I would like, promotes realignment meetings or, as I like to mention, repositioning people. They need to clearly understand their role in the company. If you do not tell everyone that he should do and not monitor it frequently, do not expect anything different. A successful business before being technical or financial, is a human process, people are important.

5. Avoid shortcuts: help books, especially mine, however, a good consultancy through Sebrae or even an independent consultant will help you in a more productive and consistent, and likewise, if you opt for tools or half-assed advice what you will get is something half-assed.

6. Reinvests profits whenever possible: I know you need to survive and wants to enjoy it while there’s still time, but separate a portion of earnings to invest in improvements: processes, tools, people etc.. It will take a while yet to get rich, but until that time comes, channeling efforts to improve the business.

7. Rethink care: strategy is important, cash flow as well, however, the service is still the most important thing in your business and, accordingly, most companies have to evolve too. Think of a company where customer service is a reference, shamelessly copy and adapt a new model for your venture. Every once a while, change to the other side and probe their employees. They are, in most cases, the source of the bad service provided by his company.

8. Visit the competition: your competitor has strengths and weaknesses. Strengths are difficult to overturn. Weaknesses can help you think differently. In relation to this competitor’s weakness, how can I do better?

9. Use common sense and simplicity: stop reinventing the wheel, good sense and simplicity is better than complexity and sophistication, the more you say that league in the magazines, most confuses his own head, simplicity is hard to be achieved, but not the sense; innovate in that it has resources and simplify whenever possible.

10. Redistribute functions: stop deluding himself imagining that one person is able to take care of everything: finance, human resources, customer service, delivery etc.. Reassess organizational structure, set a good array of responsibilities (who does what, who is responsible for that) and rearrange the house, who wants to be everything to everyone, ends up not being anything, remember?

11. Reevaluate processes: what does it mean? Processes are the way, the method or the way things should be done. In short, it’s your way of doing business. Nothing sophisticated, just a logical sequence of actions described in the paper of how things need to be done. Why is this necessary? To keep you from getting people hostage and can improve even more.

12. Do not confuse cash balance with result: oddly enough, this is still a great difficulty; cash balance is the amount of money recorded every day considering all revenue and current expenditure, the result is the profit at the end of each year accounting – monthly, quarterly, semiannual, annual.

13. Assume the true role of entrepreneur: definitely assume the leadership of the business, avoid treats it only as a source of survival, have the courage to change what needs to change and commit to reaching the end of next year better than when you started . Being an entrepreneur is a constant exercise of evolution.

Finally, remember: fortune favors those who are persistent, however, as luck does not come, keep walking and never lose sight of your goal. There are no secrets, only hard work and give consistent results.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: