PrimeWork (Ano IX)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Posts recentes

  • Agenda

    dezembro 2012
    D S T Q Q S S
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  

Sua corporação conhece a cooperação?

Posted by HWBlog em 17/12/2012

cooperaçãoSua corporação conhece a cooperação?

Já pensou em enxergar a sua empresa como uma cooperativa?  Em linhas gerais, estamos falando de um arranjo social e produtivo baseado na ideia de que, ao contribuir com o grupo, cumprindo os papéis que lhe foram designados, é possível promover tanto o bem coletivo como o individual. Ou seja, ao mesmo tempo em que os resultados gerados são positivos para a pessoa que o alcançou, eles fazem com que todos envolvidos naquele projeto possam ser beneficiados.

Os “blocos do eu sozinho”

Empresas em que há apenas um número muito reduzido de profissionais realmente comprometidos com um objetivo maior, que vai além da busca por remunerações mais elevadas e prestígio, são comuns. Vemos que muitas organizações possuem em seu quadro de funcionários uma série de “blocos do eu sozinho”. Em uma metáfora, podemos dizer que se tem uma seleção e, não, um time.

Muitas vezes, esse comportamento é gerado pela falta de uma plataforma eficiente de comunicação, que não é capaz de fazer com que os profissionais sintam que há algo em comum entre eles. Além disso, a liderança também pode ser um fator decisivo para que uma empresa valorize apenas as conquistas individuais ou, de forma responsável, busque sempre alcançar o máximo possível em grupo.

Amplie suas práticas

Uma das características mais interessantes do cooperativismo é a ação gerada pela livre vontade, conhecida pelos departamentos de RH como pró-atividade. Ao contrário dos sistemas hierárquicos em que “manda quem pode e obedece quem tem juízo”, vive-se uma situação em que todos utilizam sua capacidade de transformação para promover o bem-estar e o sucesso do grupo. Imagine como seria bom substituir a pergunta “já fez tal tarefa?” pelo agradecimento “muito obrigado por já ter cuidado disso”.

E existem muitos outros pontos interessantes. Por exemplo, o espírito das cooperativas opera com base na gestão democrática e justa da divisão dos recursos financeiros. Nas empresas, podemos ver que essas duas modalidades têm sido pensadas pela formação dos comitês e da pulverização de parte dos lucros entre os colaboradores. Não seria, então, o momento de fortalecer essas práticas e fazer com que elas sejam, de fato, os grandes diferenciais e pilares de uma organização?

Sustentabilidade

Para além dos simples atos que buscam preservar a natureza, a sustentabilidade só existe quando se atua de acordo com o conceito Triple Botton Line. Ou seja: uma organização deve ter atitudes ecologicamente corretas, promover o bem-estar social e ainda obter lucro. Bem, isso é que muitas cooperativas fazem, já que sua filosofia é baseada na preocupação com a comunidade.

Além disso, é muito comum que elas atuem também na formação e capacitação de seus integrantes, oferecendo cursos e oficinas constantemente. Nesse sentido, quanto do seu tempo tem sido investido na sua educação, tanto no sentido do aprendizado quanto no da transmissão dos conhecimentos que adquiriu com o passar do tempo?

“Cooperative-se!”

E, então, quão cooperativo é o espírito da sua organização? Deixe de lado os velhos padrões de comportamento e busque o novo para trazer ares inovadores para a sua empresa. Caminhamos para um futuro permeado pela coletividade, em que, respeitando a individualidade e as diversidades pessoais, temos consciência de que podemos caminhar juntos criando modelos mais valiosos e eficazes do que o individuo sozinho pode atingir, promovendo o intercâmbio de ideias, a cooperação e a realização do trabalho em conjunto, aumentando o desempenho corporativo e a concretização de resultados.

– Eduardo Shinyashiki, consultor

Your cooperation corporation knows?

Ever thought about seeing your company as a cooperative? In general, we are talking about a social arrangement and production based on the idea that, to contribute to the group, fulfilling the roles assigned to it, you can promote both the individual as well as collective. That is, while the results generated are positive for the person who has achieved, they make sure everyone involved in that project might benefit.

The “blocks me alone”

Companies where there is only a very small number of professionals actually committed to a higher purpose, that goes beyond the quest for higher earnings and prestige, are common. We see that many organizations have on its staff a series of “blocks me alone.” In a metaphor, which has a selection and not a team.

Often, this behavior is generated by the lack of an efficient communication platform, which is not capable of making professionals feel that there is something in common between them. Moreover, the leadership can also be a deciding factor for a company to only values ​​individual achievements or responsibly, always seek to achieve the maximum possible group.

Expand your practice

One of the most interesting features of cooperative action is generated by free will, known by HR departments as proactivity. Unlike hierarchical systems in which “whoever can obey and who has judgment,” lives up a situation in which all utilize its processing capacity and to promote the welfare and success of the group. Imagine how good it would replace the question “has done such a task?” thanks for the “thank you for having already taken care of that.”

And there are many other interesting points. For example, the spirit of cooperatives operates based on democratic management and equitable division of funds. In business, we can see that these two modalities have been thought by forming committees and spraying of the profits among employees. There would then be the time to strengthen these practices and make them are, in fact, large differentials and pillars of an organization?

Sustainability

Beyond the simple acts that seek to preserve nature, sustainability exists only when it acts according to the Triple Bottom Line concept. That is: an organization should have environmentally friendly attitudes, promote the welfare and still make a profit. Well, this is that many cooperatives do, since their philosophy is based on concern for the community.

Moreover, it is very common that they act in the formation and training of its members, offering courses and workshops constantly. Accordingly, much of your time has been invested in their education, both in the sense of learning as the transmission of knowledge gained over time?

“Cooperative up!”

And then how is the cooperative spirit of your organization? Let go of old patterns of behavior and seek to bring new innovative air for your business. We walked for a future permeated by society, in which, respecting the individuality and personal differences, we realize that we can walk together creating models more valuable and effective than the individual alone can achieve by promoting the exchange of ideas, cooperation and achievement work together, increasing business performance and achieving results.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: