PrimeWork (Ano IX)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Posts recentes

  • Agenda

    maio 2012
    D S T Q Q S S
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  

5 habilidades comuns entre pessoas inovadoras

Posted by HWBlog em 08/05/2012

No final do ano passado foi lançado o novo livro do professor Clayton Christensen, cujo nome é “The Innovator’s DNA”, onde ele apresenta um estudo colaborativo de oito anos no qual buscou-se descobrir as origens de negócios inovadores e muitas vezes disruptivos.

Foram entrevistados mais de uma centena de inventores de produtos e serviços inovadores , assim como fundadores e CEOs de empresas construídas sobre ideias de negócio inovadoras. Como resultado dessa pesquisa, foram identificadas 5 habilidades  que distinguiram empresários e executivos inovadores de gerentes comuns. Abaixo, relaciono as habilidades e meus comentários:

– Estabelecer conexões:

Identificar conexões entre campos de conhecimento diferentes e independentes para geração de novas ideias e resolução de problemas e questões empresariais.

É entender que diferentes culturas, domínios e disciplinas podem fluir para um ponto em comum.

É permitir que conceitos estabelecidos se esbarrem e se combinem, criando uma multiplicidade de ideias extraordinárias.

Descobertas revolucionárias ocorrem quando identificamos interseções entre campos independentes;

– Questionamento constante: Como prega a propaganda do canal Futura: “O que move o mundo para frente são as perguntas e não as respostas”. Inovadores estão sempre do lado de cá das perguntas. Estão sempre questionando o senso comum, afinal de contas, ideias disruptivas não nascem a partir de ideias medianas;

– Poder de observação:

Henry Ford uma vez afirmou: “Se eu tivesse perguntado aos meus clientes o que eles queriam, eles teriam dito que queriam um cavalo mais veloz”.

Clientes só conseguem apresentar necessidades a partir daquilo que eles conseguem enxergar, baseado constantemente no referencial que eles já têm.

Inovadores enxergam necessidades não articuladas, conseguem enxergar as necessidades e comportamentos de seus clientes de forma conceitual, sem se prender a objetos;

– Networking:

Conheça pessoas diferentes e com perspectivas diferentes.

Tal atitude ajuda a potencializar a habilidade de conectar campos de conhecimento diferentes e independentes.

Lembre-se que para isso você precisará exercitar sua humildade e sua capacidade de escutar sem pré-conceitos;

– Experimentação:

Vale aqui a máxima do Google: “Erre o mais rápido possível”.

É criar um ambiente de experimentação onde os erros possam ser controlados e, principalmente, possam ser utilizados como instrumento pedagógico na busca por novas respostas.

Cada experimento gera uma nova resposta ou um novo comportamento do sistema que deve ser constantemente avaliado. É o método Dr. House aplicado na prática.

É importante ressaltar que essas são características identificadas de forma individual, mas que só funcionam quando sabemos explorar a coletividade de ideias e quando entendemos que empresas, na verdade, são redes sociais que se formam para atingir uma missão e visão de negócios definidos.

Vivemos em um mundo cada vez mais conectado, no qual conceitos que não parecem estar relacionados, na verdade estão.

Essa não é a primeira vez que vemos uma convergência desse tipo.

Na Renascença, Leonardo da Vinci foi o exemplar mais ilustre de quando artistas, cientistas e comerciantes entraram juntos na interseção e produziram uma das mais criativas explosões de arte, cultura e ciência da Europa.

O motor do progresso humano tem sido o encontro de ideias para criar novas ideias.

Essa é a diferença entre a inteligência coletiva e a burrice das multidões.

Clayton Christensen: Author

Haroldo Wittitz: Editor and Publisher

5 innovative skills common among people

At the end of last year launched the new book by Professor Clayton Christensen, whose name is “The Innovator’s DNA,” where he presents a collaborative study of eight years in which we sought to discover the origins of innovative businesses and often disruptive.

We interviewed over one hundred inventors of innovative products and services, as well as founders and CEOs of companies built on innovative business ideas. As a result of this research, we identified five skills that distinguished entrepreneurs and executive managers of innovative common. Below, I list the skills and my comments:

– Establish connections:

Identify connections between different fields of knowledge and independent generation of new ideas and solving business problems and issues.

You understand that different cultures, domains and disciplines may flow to a common point.

It allow to come up against established concepts and combine, creating a multitude of extraordinary ideas.

Revolutionary discoveries happen when we identify intersections between independent fields;

– Constant questioning: How preaches propaganda channel future: “What moves the world forward are the questions and not answers.” Innovators are always on this side of the questions. They are always questioning the common sense, after all, disruptive ideas are not born from ideas medians;

– Power of Observation:

Henry Ford once said: “If I had asked my customers what they wanted, they would have said they wanted a faster horse.”

Clients can only submit needs from what they can see, based on constant reference that they already have.

Innovators see unarticulated needs, can see the needs and behaviors of their customers, conceptually, without being attached to objects;

– Networking:

Meet different people and different perspectives.

This attitude helps to boost the ability to connect different fields of knowledge and independent.

Remember that for this you need to exercise his humility and his ability to listen without preconceptions;

– Experimentation:

It is worth a maximum of Google: “Erre as soon as possible.”

You create an environment for experimentation where errors can be controlled and, especially, can be used as an educational tool in the search for new answers.

Each experiment generates a new response or a new system behavior which must be constantly evaluated. Dr. House is the method applied in practice.

Importantly, these features are identified individually, but that only work when we know the community to explore ideas and when we understand that companies are actually social networks that are formed to achieve a business vision and mission set.

We live in an increasingly connected world in which concepts that do not appear to be related actually are.

This is not the first time we see a convergence of this type.

In the Renaissance, Leonardo da Vinci was the most illustrious example of when artists, scientists and traders came together at the intersection and produced one of the most creative explosion of art, culture and science in Europe.

The engine of human progress has been the gathering of ideas to create new ideas.

That is the difference between collective intelligence and stupidity of crowds.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: