PrimeWork (Ano VII)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Tópicos recentes

  • Agenda

    março 2012
    D S T Q Q S S
    « fev   abr »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031

Conflitos e emoções: quais os impactos para sua vida profissional?

Posted by HWBlog em 23/03/2012

Os conflitos são os maiores motivadores e quando ignoramos deixamos de aprender com eles

A sociedade em que vivemos é tensa, empresas nem se fala, são cenários de conflitos individuais, coletivos e as consequências são visíveis.

Eles surgem em todos os níveis, por diversas razões e em função do ajustamento entre o que queremos versus o que é permitido e com o que fazemos. Devemos considerar os modelos mentais como a base dos nossos pensamentos e comportamentos.

O que acreditamos que é o certo, o que nos ensinaram na vida familiar, social, nem sempre corresponde com a realidade em que vivemos. Ao mesmo tempo, surgem também os conflitos do próprio negócio, com clientes, concorrentes, mercado etc.

O que mais percebemos fortemente nas empresas são os conflitos de interesses, os pessoais sobrepondo-se ao da empresa, da coletividade, como também aqueles que surgem frente ao sucesso, inveja e o jogo de vaidade.

A administração de conflitos é acima de tudo lidar favoravelmente neste cenário, situações adversas e com a diversidade. Ela gera conflitos, porém é ela que quando provocada corretamente, busca a solução.

Considero os conflitos como maiores motivadores e quando ignoramos deixamos de aprender com eles. Escondemos debaixo do tapete e não enxergamos a possibilidade de criar, inovar, progredir e gerar o bem estar.

Ele é positivo quando discutimos a respeito, seus sentimentos provocados, forma de pensar, desejos, realizações e frente a ele surgem idéias, soluções inovadoras, descobertas.

Quando a liderança favorece o livre pensar, apresentar soluções, respeita a individualidade e atua coletivamente tudo fica mais fácil.

Passa a ser nocivo, quando é encobertado, ignorado, favorecendo mais as frustrações do que realizações. Como resultados podem observar vários problemas, exemplo: doenças psicossomáticas, estresse, perdas para os negócios e sociedade.

Independente do cargo ou da relação como chefe, subordinados, pares, clientes internos ou externos a questão está centrada em três aspectos: saber ouvir, como lidar com a diversidade e a inovação como ferramenta de solução. Para isso é importante:

Ouvir incondicionalmente:

Vejo o diálogo como ponto de partida, agora, escutar é diferente de ouvir. Muitas vezes escutamos pensando na resposta isso não é ouvir incondicional. É ler os sentimentos, reconhecê-los, entendê-los e não escutar somente o que desejamos. O coeficiente da Adversidade (QA) é fundamental, nos ajuda a buscar respostas para várias perguntas e a lidar com o inesperado. É ele que nos convida a pensar: Se pudesse melhorar um pouco essa situação o que faria?

A diversidade:

Cada um tem a sua forma de sentir, pensar, agir e em alguns casos poderá ser divergente. Cada pessoa vê as coisas com os olhos que tem, diz o ditado popular, ou seja, sentimos, pensamos e agimos de acordo com o nosso modelo mental, que é único, particular. Além desta questão cada ser humano tem a sua inteligência predominante, alguns possuem inteligência lógica, outro lingüística, interpessoal, intrapessoal, ou seja, o funcionamento cerebral também é particular, permitindo com que as pessoas percebam o mesmo estímulo de forma diferente.

Lidar com a essa diversidade é reconhecer estas diferenças aproveitá-las da melhor forma possível.

A inovação:

Observa-se resultados efetivos diante da prática e do uso da criatividade e da inovação na solução de conflitos. Elas favorecem juntar situações, idéias opostas. O principio da dialética da criatividade é pensar com a cabeça na lua, mas com os pés no chão, buscar a interatividade é solucionar problemas. O pensamento criativo permite dar respostas diferentes a antigos e novos problemas com pares, superiores, clientes e negociadores.

Pense nisso.

Haroldo Wittitz: Author, Editor and Publisher

Conflict and emotions, which impacts on your professional life?
The conflicts are the biggest drivers and ignore when we learn from them
The society we live in is tense, not to mention companies are scenes of conflict individual and collective consequences are visible.
They arise at all levels, for various reasons and depending on the fit between what we want versus what is allowed and what we do. We must consider the mental models as the basis of our thoughts and behaviors.
What we think is right, what we have learned in family life, social, does not always correspond with reality in which we live. At the same time, there are also conflicts of the business, with customers, competitors, market etc..
The more we realize that companies are heavily in conflict of interest, personal overlying the company, the community, but also those who come forward to success, envy and vanity game.
The conflict management is above all deal favorably in this scenario, adversity and diversity. It creates conflict, but is it that when properly provoked, seeking the solution.
Consider conflicts as major motivators and ignore when we learn from them. We hid under the rug and do not see the possibility to create, innovate, progress and generating welfare.
It is positive when discussing about his feelings provoked, thinking, desires, achievements and appear before him ideas, innovative solutions, discoveries.
When the leadership encourages free thinking, present solutions, respects the individuality and acts collectively everything is easier.
Becomes harmful when it is encobertado ignored, yielding more frustration than achievement. The results can observe several problems, eg psychosomatic illnesses, stress, losses to business and society.
Regardless of position or relationship as boss, subordinates, peers, customers, internal or external issue focuses on three aspects: listening, how to deal with diversity and innovation as a solution tool. For this is important:
Listen unconditionally:
I see dialogue as a starting point now is listening different from hearing. Often we hear the answer thinking it is not unconditional listening. You read the feelings, recognize them, understand them and not hear only what we want. The coefficient of Adversity (QA) is essential, helps us find answers to many questions and deal with the unexpected. It is he who invites us to think: If I could improve a little this situation what would you do?
Diversity:
Each has their way of feeling, thinking, acting and in some cases may be divergent. Each person sees things with eyes you have, the saying goes, that is, we feel, think and act according to our model, which is unique and particular. In this matter every human being has its predominant intelligence, some have logical intelligence, another linguistic, interpersonal, intrapersonal, or brain function is also particular, allowing people to perceive the same stimulus differently.
Dealing with this diversity is to recognize these differences take them as best as possible.
Innovation:
It is observed on actual results of practice and use of creativity and innovation in conflict resolution. They favor joining situations, opposing ideas. The principle of the dialectic of creativity is thinking with her head on the moon, but with their feet, get the interactivity is to solve problems. Creative thinking allows you to make different responses to old and new problems with peers, superiors, customers and dealers.
Think about it.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: