PrimeWork (Ano IX)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Posts recentes

  • Agenda

    março 2012
    D S T Q Q S S
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031

Veja 10 maneiras erradas de um gestor motivar sua equipe

Posted by HWBlog em 21/03/2012

Veja 10 maneiras erradas de um gestor motivar sua equipe

Gestores esquecem que os profissionais se motivam de formas diferentes, o que pode gerar efeito contrário.

O que toda empresa quer é profissionais motivados, animados e interessados em fazer seu melhor. Para isso, porém, é preciso saber estimular esse comportamento, oferecendo promoções, novos desafios e mais autonomia, por exemplo. O problema é que nem todo gestor sabe que, muitas vezes, ao invés de estar motivando ele pode estar desmotivando seus funcionários.

Pensando nisso, elaboramos uma lista com 10 maneiras erradas de motivar os funcionários. Confira:

1. Os profissionais são únicos – não existe motivação em massa. Uma das maneiras erradas de motivar os profissionais é acreditar que o que motiva um motiva todos. Os líderes que não conhecem cada um dos membros de suas equipes podem cometer esse erro.

Na prática, o gestor acredita que determinado elemento vai motivar um profissional, pois foi o mesmo elemento que já motivou um outro trabalhador. Mas, isso não funciona sempre. A sugestão é conhecer cada um dos membros da equipe, entendendo suas necessidades e interesses.

2. Desafios megalomaníacos – a maioria das pessoas sabe que os profissionais, para se sentirem motivados, querem desafios constantes. Ou seja, uma oportunidade de superar uma meta e de mostrar um bom trabalho. O erro acontece quando o líder, pensando que vai motivar, estipula um desafio absurdo, que dificilmente será atingido. O profissional sabe que não vai conseguir e logo fica desmotivado. Os desafios devem sempre ser propostos, mas precisam ser palpáveis.

3. Sempre em cima – ainda na lógica do item um, o líder pode desmotivar, tentando motivar, se não entender as necessidades e os interesses dos profissionais. Nesse caso, a desmotivação acontece porque o chefe fica em cima demais do funcionário, acreditando que ele quer esse acompanhamento de perto, quando, na realidade, o que ele deseja é mais autonomia e liberdade.

Novamente, os profissionais são diferentes uns dos outros. Se o chefe entende que acompanhar de perto o trabalho de um profissional o motiva, ele não deve acreditar que isso vai motivar todos os demais. Portanto, é importante identificar as necessidades de cada um.

4. Falta de clareza – o líder também pode desmotivar alguns membros da equipe quando está tentado motivar outros. Promover um funcionário, por exemplo, sem dúvida fará com que esse profissional se motive. Porém, se essa promoção não for clara, ou seja, se os demais não entenderem os motivos dela, será um grande fator desmotivacional para os demais membros da equipe.

5. Feedback mal dado – alguns líderes acreditam que fazer uma crítica fará com que o profissional queira mudar, melhorar e virar o jogo. Por isso, ao dar um feedback, criticam alguns pontos do trabalho do profissional – pensando que ele vá querer melhorar. O problema, novamente, é que as pessoas são diferentes, ou seja, alguns são automotiváveis, enquanto outros desanimam totalmente.

A sugestão é fazer um feedback bem estruturado, ou seja, apontar os pontos que deveriam ser melhorados, observando a maneira de falar e ainda ressaltar os pontos positivos do trabalho do profissional.

6. Falta de feedback – na mesma linha do item anterior, o feedback é uma questão bastante delicada. Se o líder prefere não fazer, pensando que o profissional vai achar que a ausência de feedback significa que não há nada de errado com seu trabalho, isso pode ser um grande tiro no pé. Sem uma avaliação do seu trabalho o profissional pode sentir que não é importante, que seu trabalho não faz nenhuma diferença.

7. Promoção sem remuneração – promover uma pessoa de cargo é um ótimo fator motivacional, mostra que seu trabalho foi reconhecido e que ele está pronto para novos desafios. Mas, novamente, nem todos os profissionais são iguais, e se o líder pensar que uma promoção sem aumento de salário é sinônimo de motivação para qualquer profissional, ele pode estar muito enganado. Mesmo que o funcionário se motive num primeiro momento, com o tempo ele vai entender que só tem mais trabalho, pelo mesmo salário.

8. Possibilidades que nunca chegam – Outro fator que pode gerar grande desmotivação, apesar do objetivo não ser esse, é prometer coisas e nunca cumpri-las. Desde sinalizar uma promoção que nunca chega, até coisas menores, como uma visita ao cliente, a participação em um projeto, novos desafios e remuneração maior. Claro que inicialmente o profissional vai se motivar, mas, quando ele entender que nada acontece, a situação pode ficar muito ruim.

9. Delegar sem dar suporte – Se o líder delega funções extras a um membro da equipe, é preciso que ele também dê o suporte necessário. Muitas vezes os profissionais podem sentir que não estão preparados para assumir determinadas tarefas e, se não puderem contar com o suporte do líder, o que deveria ser um fator motivacional, acaba desmotivando.

10. Delegar sem dar autonomia – o líder também deve saber que autonomia é importante para alguns profissionais. Logo, se ele delegar algumas funções, mas continuar centralizador demais, isso pode ofuscar a motivação inicial de ter assumido novas responsabilidades.

Haroldo Wittitz: Author, Editor and Publisher

See 10 wrong ways a manager motivate your team
Managers forget that professionals are motivated in different ways, which can generate the opposite effect.
What every company wants professional is motivated, excited and interested in doing your best. This, however, you need to know to encourage this behavior by offering promotions, new challenges and more autonomy, for example. The problem is that not every manager knows that often, instead of being motivating it can be discouraging their employees.
Thinking about it, we prepared a list of 10 wrong ways to motivate employees. Check out:
1. Professionals are unique – there is no motivation in mass. One of the wrong ways to motivate professionals believe that is what motivates one motivates everyone. Leaders who do not know each member of your team can make that mistake.
In practice, the manager believes that a particular element will motivate a professional because it was the same element that have led to another worker. But this does not always work. The suggestion is to know each of the team members, understanding their needs and interests.
2. Challenges megalomaniacs – most people know that professionals in order to feel motivated, they want constant challenges. That is, an opportunity to overcome a target and showing a good job. The error happens when the leader, thinking that will motivate, challenge provides an absurdity which can hardly be reached. The professional knows that will not get it and then gets discouraged. The challenges should always be offered, but must be palpable.
3. Always on top – although the logic of an item, it can discourage the leader, trying to motivate, if not understand the needs and interests of professionals. In this case, the motivation is because the boss is on top of the other officer, believing that he wants to follow this closely, when in reality, what they want is more autonomy and freedom.
Again, practitioners are different from each other. If the boss believes that follow closely the work of a professional motivates him, he should not believe that this will motivate everyone else. Therefore, it is important to identify the needs of each.
4. Lack of clarity – the leader may also discourage some members of the team when you’re trying to motivate others. Promote an employee, for example, without a doubt that this will motivate them to work. However, if such promotion is not clear, ie if the others did not understand her motives, will be a big factor desmotivacional for other team members.
5. Feedback given badly – some leaders believe that to criticize the professional will want to change, improve and change the game. Therefore, when giving feedback, some critical points of the work of professional – think he’ll want to improve. The problem, again, is that people are different, or some are automotiváveis while others completely deterred.
The suggestion is to make a well-structured feedback, ie show the points that should be improved by observing the way they talk and still emphasize the positive work of the professional.
6. Lack of feedback – on the same line as the previous item, feedback is a very delicate issue. If the leader chooses not to, thinking that the professional will find that the lack of feedback means that there is nothing wrong with his work, this can be a big shot in the foot. Without an evaluation of their work may feel that the professional is not important, that their work makes no difference.
7. Promotion without pay – to promote a person’s position is a great motivational factor, shows that his work was recognized and he is ready for new challenges. But again, not all professionals are equal, and if the leader think that promotion without a pay raise is synonymous with motivation for any professional, it can be very wrong. Even if the employee be motivated at first, with time he will understand that only has more work for the same salary.
8. Possibilities that never arrive – Another factor that can generate great motivation, although this is not the goal, is to promise things and never fulfill them. Since signal a promotion that never comes, even minor things like a customer visit, participation in a project, new challenges and higher remuneration. Of course initially the work will be motivated, but when he understands that nothing happens, things can get really bad.
9. Delegate without support – if the leader delegates functions to an extra staff member, he must also give the necessary support. Often professionals may feel they are not prepared to take on certain tasks and if they can not count on the support of the leader, what should be a motivational factor, just discouraging.
10. Delegate without giving autonomy – the leader should also know that autonomy is important for some professionals. So if he delegate some functions, but still too centralized, it can overshadow the real reason to have assumed new responsibilities

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: