PrimeWork (Ano IX)

Liderança, Atitude, Desafios, Ações e Conquistas para o Empreendedor Moderno

  • About

    O Mundo todo celebra uma grande capacidade humana de empreender.

    Do mesmo modo que é vibrante, a estrada do empreendedor é repleta de obstáculos. Quer para abrir ou fazer crescer um negócio próprio, quer para avançar propositivamente dentro de uma corporação.

    Nesse sentido este blog busca preencher com informações, entrevistas e cases de sucesso pessoal e corporativo as muitas lacunas que se abrem quando surge o tema da iniciativa pessoal dos negócios.

    Esperamos que este blog, possa de alguma forma contribuir para o crescimento dos empreendedores.

    Haroldo Wittitz, Editor and Publisher

    The whole world celebrates a great human capacity to undertake.

    Similarly that is vibrant, the way to entrepreneurship is fraught with obstacles. Want to open or grow a business, want to move forward with proposals within a corporation.

    In this sense seeks to fill this blog with information, interviews and success stories of the many personal and corporate loopholes that open when the subject arises from the personal initiative of business.

    We hope this blog, can somehow contribute to the growth of entrepreneurs.

  • Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

  • Posts recentes

  • Agenda

    agosto 2011
    D S T Q Q S S
    « jul   set »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  

Archive for 5 de agosto de 2011

7 formas de exercitar seu lado empreendedor

Posted by HWBlog em 05/08/2011

Não é preciso estar à frente de um negócio para exercitar seu lado empreendedor. Atividades cotidianas, como organizar as finanças pessoais ou propor iniciativas no trabalhao, podem prepará-lo para os desafios de comandar uma empresa no futuro. Confira, a seguir, dicas de especialistas em empreendedorismo para desenvolver estas aptidões:

1. Pratique o planejamento

O planejamento é uma habilidade fundamental para um empreendedor de sucesso e você pode exercitá-lo através de várias tarefas do dia a dia. O controle das finanças pessoais é uma delas. Projete os seus gastos ao longo do ano e faça a provisão do quanto deve entrar na sua conta. Além de ter uma visão de longo prazo do seu fluxo de caixa, você poderá identificar e cortar despesas desnecessárias, definir prioridades e planejar investimentos futuros. Fazendo este exercício, você poderá não só colocar em ordem sua conta bancária, como também preparar-se para gerir as finanças da sua futura empresa.

2. Faça contatos

Ter uma boa rede de relacionamentos ajuda na busca por novas oportunidades. Mesmo não tendo um plano concreto de negócio, procure frequentar eventos e espaços voltados a empreendedores. Ouvindo as experiências dos outros, você pode se preparar melhor para os desafios que irá encontrar pelo caminho. Converse com pessoas e ouça opiniões diversas para aprimorar o conceito do seu empreendimento. Além disso, os contatos que você faz hoje podem ser muito valiosos para o seu negócio amanhã. Quem sabe você não encontra até mesmo um sócio ou alguém interessado em financiar seu projeto?

3. Analise outras trajetórias

Ler biografias de empreendedores de sucesso é um ótimo exercício de análise, segundo o consultor do Sebrae SP, Renato Fonseca. “Você pode aprender lições valiosas sobre como correr riscos, trabalhar com metas e encontrar oportunidades”, exemplifica.O professor da Fundação Instituto de Administração (FIA), Paulo Lage Terassovich recomenda observar como funcionam outras empresas, independente do tamanho delas. Analise a estrutura, o corpo diretivo e o estilo de liderança dos gestores.

4. Empreenda no trabalho

Se você ainda não tem seu próprio negócio, pode praticar o empreendedorismo mesmo no local onde trabalha. Tome a iniciativa de identificar desafios e problemas da sua área, elabore um projeto e apresente aos superiores. “Isso mostra que o funcionário sabe andar com as próprias pernas”, diz Terassovich. Só tome cuidado para não atropelar a hierarquia e tenha certeza de que você é capaz de entregar aquilo que está propondo para não queimar o filme com os seus superiores.

5. Empreenda nas horas vagas

Se no seu ambiente de trabalho não há espaço para propor iniciativas e tocar projetos, busque outras alternativas. Organizar alguma atividade em grupo – como um clube de leitura, um bazar para a caridade ou um campeonato de futebol – podem ajudar a exercitar habilidades fundamentais para um empreendedor, como a capacidade de liderar, tomar decisões, planejar eventos, fazer orçamentos, captar recursos e motivar pessoas, entre outras. Renato Fonseca também indica participar de grupos com fins sociais, como ONGs, por exemplo, onde é possível participar de atividades que vão desde a elaboração do projeto até o controle de gastos e busca por resultados.

6. Pesquise sobre o negócio

Mesmo que você não esteja pronto para abrir um negócio de imediato – seja por limitações financeiras ou outras prioridades profissionais ou pessoais –, você pode começar a conhecer melhor a área em que pretende atuar no futuro desde já. Busque instituições de apoio ao empreendedor, como o Sebrae, leia livros, faça cursos e, principalmente, converse com empreendedores do ramo que você “namora”.

Nessa fase de “aquecimento”, você pode ter a certeza de que está no rumo certo ou até descobrir que quer fazer algo totalmente diferente. “Aquele que encontra uma oportunidade no que gosta, vai pesquisar mais. Ele terá satisfação de tocar um negócio e não vai se importar de trabalhar até tarde da noite ou aos finais de semana”, diz o professor da FIA.

7. Coloque suas ideias no papel

Enquanto você não pode colocar suas ideias em prática, coloque-as ao menos no papel. Se você teve uma ideia de negócio, experimente escrever um documento descrevendo como ele funcionaria, quais seriam seus diferenciais, quem seriam os concorrentes, como você iria faturar com ele. Esse é um bom treino para, no futuro, escrever um plano de negócios da sua empresa. Segundo Terassovich, colocar as ideias no papel ajuda a identificar necessidades e facilita o planejamento

Posted in Empreendedorismo | Leave a Comment »

6 maneiras de melhorar seu networking

Posted by HWBlog em 05/08/2011

Manter uma boa rede de contatos é fundamental para quem tem um negócio, especialmente para quem está começando. Frequentando eventos de relacionamento e espaços voltados a empreendedores, você poderá conhecer potenciais parceiros e pessoas que podem abrir portas junto a clientes e potenciais investidores. Confira seis dicas para ampliar e melhorar o seu networking.

1. Defina metas

Se tiver tempo disponível, proponha-se a conhecer um novo contato por semana. Outra estratégia interessante é mapear quem são as pessoas importantes no seu segmento e fazer uma lista com as conexões que você precisa estabelecer. Este é um bom ponto de partida para começar a buscar caminhos para chegar até elas.

2. Amplie a rede

Você pode aumentar a sua rede de contatos frequentando meetups, encontros de investidores ou empreendedores e espaços de trabalho compartilhados. O importante é circular em ambientes em que pessoas com interesses comuns aos seus estarão presentes. As redes sociais também se tornaram espaços importantes para criar e manter vínculos. Frequente grupos virtuais ligados aos temas de seu interesse e siga pessoas influentes no seu ramo no Twitter. Os contatos online podem se traduzir em oportunidades de relacionamento no mundo offline.

3. Vire referência

Uma maneira de reforçar o networking é ser prestativo. Além de trocar de experiências, ajude seus contatos com coisas que eles estejam precisando. Apresente-os a outros contatos, ajude-os a encontrar soluções para seus problemas, indique serviços e ferramentas. Se você fizer um bom trabalho ajudando outros, rapidamente se tornará uma referência dentro do seu círculo de contatos. Há uma grande chance de que você se surpreender com as oportunidades inesperadas que irão aparecer.

4. Organize seus interesses

Procure agrupar seus contatos em listas, assim fica mais fácil encontrar a pessoa certa para acionar em cada ocasião. Você pode dividi-los atividade (investidores, outros empreendedores, parceiros ou fornecedores) ou por setor (alimentação, telecomunicações, varejo, etc.), entre outras categorias. Também procure classifica-los pelo nível de proximidade: amigos, colegas e parentes. Assim é possível manter essa lista atualizada no dia a dia e procurar o contato certo de acordo com o objetivo ou a tarefa a ser cumprida.

5. Evite esforços em vão

Amplie o networking sem desperdiçar esforços: vá somente a eventos que sejam relevantes para você e o seu negócio. Direcione seu tempo e energia para aqueles contatos que realmente poderão gerar frutos no futuro.

6. Faça a manutenção

Se você não aparecer, não será lembrado. Se você não é convidado para nenhum evento há mais de um mês, provavelmente é porque não tem sido muito ativo na rede de contatos. Amigos e colegas mais próximos merecem atenção constante para garantir que você seja lembrado em qualquer oportunidade.

Posted in Carreira | Leave a Comment »

Quais os custos de abrir e fechar uma empresa?

Posted by HWBlog em 05/08/2011

Na abertura de uma empresa o que deve ser pago são as taxas de registros em cartórios, marcas e patentes no INPI, autenticações de documentos e autorizações para praticar determinadas obrigações acessórias, o que não deve custar menos de R$ 2,5 mil, variando de cidade para cidade. Não existem impostos específicos a serem pagos pelo fato de estar abrindo uma empresa.

Sobre as taxas cobradas por cada órgão, não há padronização de valores. Os custos também variam entre os estados ou municípios.

Como o empresário deve estar presente nas diversas etapas, também devem ser levados em conta os custos de locomoção e de tempo, não contabilizados no estudo.

As taxas que irão pesar na abertura da empresa são os gastos com pesquisa de viabilidade, registro do contrato social, advogado para aprovação do contrato social e taxas, como as de alvará sanitário, alvará do Corpo de Bombeiro, alvará de estabelecimento, e as contribuições sindical e patronal.

Já para encerrar uma empresa, é preciso levantar todas as obrigações acessórias fiscais pendentes e essa regularização poderá gerar multas devido ao atraso na entrega de tais documentos.

Depois será necessário verificar, através de extratos levantados junto aos órgãos governamentais (Receita Federal e Secretarias de Fazenda), se existem tributos em abertos ou ações tributárias, previdenciárias e trabalhistas em curso.

O encerramento da empresa somente será permitido após a quitação de todas as pendências fiscais e tributárias e obtenção de várias Certidões Negativas. Deve-se ter em mente que o fechamento de uma empresa pode custar bem mais caro que a sua abertura.

Posted in Negócios | Leave a Comment »